PIB do agronegócio mineiro bate recorde

O valor do Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio de Minas em 2013 bateu recorde e atingiu R$ 142,5 bilhões; o crescimento foi de 4,49% em relação ao ano anterior; os números revelam que a agricultura foi responsável por 52,3% do PIB do agronegócio mineiro, ou R$ 74,5 bilhões; a pecuária respondeu por 47,7%, com um valor de R$ 68 bilhões em 2013; os dads são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP

Projeto Jaiba.

Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG
Data: 08-02-2013
Projeto Jaiba. Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG Data: 08-02-2013 (Foto: Leonardo Lucena)

Agência Minas - O valor do Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio de Minas Gerais em 2013 bateu recorde e atingiu R$ 142,5 bilhões. O crescimento foi de 4,49% em relação ao ano anterior. Os números fazem parte do estudo elaborado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, contratado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg).

O levantamento leva em consideração os segmentos básicos (dentro da porteira), insumos, distribuição e indústria. Os números revelam que a agricultura foi responsável por 52,3% do PIB do agronegócio mineiro, ou R$ 74,5 bilhões. Já a pecuária respondeu por 47,7%, com um valor de R$ 68 bilhões em 2013.

"Apesar da maior participação da agricultura no valor do PIB, o destaque do ano foi a pecuária. O setor foi apresentou um bom crescimento. A alta foi de 11,1%", explica o secretário de Agricultura de Minas Gerais, André Merlo. Dentro da porteira, a pecuária apresentou ganho de receita em quase todos os segmentos, com destaque para o leite. "A demanda aquecida favoreceu o aumento do preço pago ao produtor", comenta o secretário.

A agroindústria de base pecuária também apresentou crescimento, graças, principalmente, às vendas de carne de boi e de vaca. O aumento do faturamento das indústrias em relação ao ano passado foi de 22,1%.

Agricultura

Ao contrário da pecuária, a agricultura passou por dificuldades em 2013, principalmente por causa das sucessivas quedas de cotação do café, um dos mais representativos produtos na composição do PIB do agronegócio de Minas Gerais. Também houve redução dos preços do milho, soja, feijão, carvão vegetal e soja. Com isso, o PIB do setor agrícola no ano passado caiu 0,9%.

"Não tivemos safra de grãos recorde e os preços do café, que representam até 30% do PIB agropecuário do estado, começaram a cair ainda no primeiro semestre e não fecharam bem o ano", explica Roberto Simões, presidente do Sistema Faemg. O destaque positivo do setor agrícola no período foi a agroindústria. Impulsionadas pelo etanol (anidro e hidratado), celulose e produtos têxteis, as agroindústrias, em média, apresentaram expansão de renda de 4,8%.

O relatório completo do PIB do Agronegócio de Minas Gerais em 2013 está disponível no site http://www.agricultura.mg.gov.br/images/files/relatorio_pib/pib_mar_2014.pdf

Números do PIB do agronegócio MG

Valor total em 2013: R$ 142,5 bilhões (alta de 4,49%)

Valor do PIB Pecuário: R$ 68 bilhões (alta de 11,1%)

Valor do PIB Agrícola: R$ 74,5 bilhões (queda de 0,9%)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247