Pimenta denuncia ação criminosa da Justiça contra Lula

"Como que eu posso caracterizar essa ação criminosa contra o Presidente Lula por esses cidadãos togados,se não como ação de uma quadrilha que se associou para desrespeitar a lei? Quem investigará essa quadrilha de togados", questionou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS); vídeo

Pimenta denuncia ação criminosa da Justiça contra Lula
Pimenta denuncia ação criminosa da Justiça contra Lula (Foto: LULA MARQUES - Ag, PT)

Rio Grande do Sul 247 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), criticou a Justiça brasileiro em meio a repercussões sobre a entrevista concedida pelo diretor geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, que disse ao Estadão ter recebido alerta da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e do presidente do Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF4), Thompson Flores, para não cumprir a determinação do desembargador Rogério Favreto, no dia 8 de julho, quando ordenou a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Como que eu posso caracterizar essa ação criminosa contra o Presidente Lula por esses cidadãos togados,se não como ação de uma quadrilha que se associou para desrespeitar a lei? Quem investigará essa quadrilha de togados", questionou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Mesmo preso, depois de uma condenação contestada por vários juristas, Lula é líder absoluto em todas as pesquisas eleitorais e teve sua candidatura registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (15), tendo como vice o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad. Se Lula for impugnado, o ex-chefe do executivo paulistano assume a postulação, tendo como vice a deputada estadual pelo Rio Grande do Sul Manuela D'Ávila (PCdoB).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247