CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Pimentel viajou a Roma a convite de Furlan

Polêmica viagem a Roma no jato fretado por João Doria teria ocorrido para que o ministro do Desenvolvimento atendesse a um convite feito pelo antecessor Luiz Fernando Furlan, que é também membro do Lide; Dilma tem torcido o nariz para encontros entre seus ministros e o clube de Doria

Pimentel viajou a Roma a convite de Furlan (Foto: Montagem/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A equipe de comunicação do Desenvolvimento, comandado por Fernando Pimentel, acaba de informar que o ministro viajou a Roma, num jato fretado pelo empresário João Doria, do Lide, grupo de líderes empresariais, para atender a um convite formulado pelo ex-ministro Luiz Fernando Furlan, que é também membro do clube de relacionamento de Doria. Segundo a assessoria, a presidente Dilma tinha pleno conhecimento do evento, que reuniu empresários brasileiros e italianos em Roma. Leia, abaixo, reportagem do 247 sobre o caso:

Pimentel sofre primeiro revés em relação a Dilma

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

247 – De todos os ministros da Esplanada, nenhum mantém uma relação tão próxima com a presidente Dilma Rousseff quanto Fernando Pimentel, do Desenvolvimento. Os dois se conheceram na juventude, em Belo Horizonte, participaram da luta armada e preservaram uma boa relação depois que ambos construíram carreiras de sucesso na vida política.

Por isso mesmo, Pimentel é sempre lembrado como um curinga de Dilma para qualquer eventualidade. Recentemente, quando Guido Mantega cogitou deixar a Fazenda para se dedicar ao tratamento de saúde da esposa, que se cura de um câncer, Pimentel era uma alternativa concreta.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Nesta semana, no entanto, ele sofreu seu primeiro revés na relação com a presidente Dilma. Nem tanto pelo fato de ter aceito uma carona num jatinho providenciado pelo empresário João Doria, dono do Lide, grupo de líderes empresariais. O que incomodou Dilma foi o fato de Pimentel ter ido ao encontro sem avisar a presidente Dilma. O motivo? Dilma não tem a menor simpatia por Doria, o que foi captado na nota “Ministro em fuga”, publicada neste sábado pelo Painel da Folha. Segundo a nota, Pimentel abandonou a comitiva na Bulgária dizendo que teria outro compromisso na Europa, mas não informou qual era.

Relacionamento caro

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

João Doria é o mais bem-sucedido profissional brasileiro na arte de relacionamento. O Lide cobra mensalidades caríssimas de seus associados e entrega duas mercadorias: encontros entre executivos de grandes empresas e encontros desses mesmos executivos com autoridades governamentais. Nos seus almoços e jantares, tudo tem seu preço: inclusive a maior ou menor proximidade com determinado ministro. Sentar à mesa de um deles é privilégio raro – e também muito caro.

A antipatia de Dilma em relação a Doria, no entanto, vem de longe. Em 2006, quando a então ministra da Casa Civil fazia campanha pela reeleição de Lula, o empresário promoveu almoços e jantares de arrecadação para Geraldo Alckmin. Depois disso, quando houve o acidente com um avião da Gol, Doria liderou o movimento “Cansei”, de empresários indignados com a corrupção e o caos aéreo no Brasil. Com a vitória de Dilma, ele se aproximou do poder petista e seus dois maiores aliados no governo Dilma são os ministros Aloizio Mercadante e José Eduardo Cardozo. Dilma, no entanto, torce o nariz, pois sabe que a participação de seus ministros em eventos do Lide gera mais valor para Doria do que, propriamente, para o seu governo.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO