HOME > Geral

PMA diz que não liberou táxis clandestinos

A prefeitura de Aracaju negou informação divulgada em alguns meios de comunicação de que o transporte alternativo estava liberado na capital; "Repudio com veemência qualquer associação do meu nome com qualquer ato que desrespeite a legislação. E não existe nenhuma orientação deste gestor para SMTT deixar de executar suas atribuições legais. Até porque não poderia haver nenhuma orientação neste sentido", disse o secretário Igor Albuquerque, da pasta do Planejamento municipal

A prefeitura de Aracaju negou informação divulgada em alguns meios de comunicação de que o transporte alternativo estava liberado na capital; "Repudio com veemência qualquer associação do meu nome com qualquer ato que desrespeite a legislação. E não existe nenhuma orientação deste gestor para SMTT deixar de executar suas atribuições legais. Até porque não poderia haver nenhuma orientação neste sentido", disse o secretário Igor Albuquerque, da pasta do Planejamento municipal (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A prefeitura de Aracaju negou informação divulgada em alguns meios de comunicação de que o transporte alternativo estava liberado na capital. 

Abaixo a nota:

Na manhã da última quinta-feira, 10, o vereador Renilson Félix (DEM), se apresentou sem agendamento prévio no gabinete do secretário municipal do Planejamento, Igor Albuquerque, acompanhado de representantes da Cooperativa de Taxistas do Santa Maria, que buscam o apoio da gestão municipal para exercer suas atividades sem a fiscalização da SMTT. O secretário executou o seu papel de gestor público ao ouvir o pleito dos representantes. Igor Albuquerque, tem por hábito receber todos os que se apresentam em seu gabinete e não seria diferente com este episódio.

O movimento pretende a autorização para exercer atividade sem amparo legal, algo inaceitável por parte da Prefeitura e da Seplog, que, inclusive, não detém em suas competências o controle do trânsito da capital. A foto publicada do gestor ao lado dos representares não significa em nada uma liberação ou acordo concedido e sim, uma atitude cordial ao pedido de um dos cooperados em registrar o encontro. O secretário ouviu o pleito da categoria e se comprometeu a comunicar à SMTT.

"Compreendo a situação destes trabalhadores, no entanto, repudio com veemência qualquer associação do meu nome com qualquer ato que desrespeite a legislação. E não existe nenhuma orientação deste gestor para SMTT deixar de executar suas atribuições legais. Até porque não poderia haver nenhuma orientação neste sentido", concluiu o secretário.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: