PMDB pede saída de Jeovalter e Paulo garante que ele fica

PMDB e PT continuam em pé de guerra e trocam alfinetadas púbicas quase todo dia; última crise envolve o aumento do valor do IPTU; secretário de Finanças, Jeovalter Correia, foi ao Twitter, comemorou o reajuste e disse que o prefeito Paulo Garcia (PT) não temia "caciques", num claro recado ao ex-governador Iris Rezende (PMDB), que era contra o aumento; deputado estadual Bruno Peixoto pediu a cabeça de Jeovalter sob a justificativa de que o secretário não conseguiu arrumar as finanças da prefeitura; Paulo Garcia reagiu e disse que o aliado fica no Paço até dezembro de 2016

jeovalter correia
jeovalter correia (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - PMDB e PT continuam em pé de guerra e trocam alfinetadas púbicas quase todo dia. A última crise envolve o aumento do valor do IPTU. Assim que o projeto foi aprovado na Câmara Municipal, na quarta-feira, o secretário de Finanças, Jeovalter Correia, foi ao Twitter, comemorou o reajuste e disse que o prefeito Paulo Garcia (PT) não temia "caciques", num claro recado ao ex-governador Iris Rezende (PMDB), que era contra o aumento.

A coluna Giro, de O Popular, registra que o deputado estadual Bruno Peixoto pediu a cabeça de Jeovalter sob a justificativa de que o secretário não conseguiu arrumar as finanças da prefeitura. Paulo Garcia reagiu e disse que o aliado fica no Paço até dezembro de 2016.

A aliança entre os partidos é hoje uma simples formalidade e só falta mesmo anunciar o rompimento oficial. Os vereadores Clécio Alves e Célia Valadão, antes fiéis a Paulo Garcia, votaram contra o aumento no valor do IPTU e ainda criticaram o prefeito.

Iris Rezende não faz questão alguma de defender a gestão petista e prefere se alinhar ao DEM do senador Ronaldo Caiado. O PT prepara candidatura de própria para suceder Paulo Garcia.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247