Poliana Okimoto sofre hipotermia e abandona maratona aquática

Brasileira desmaiou após ser retirada da água pela equipe de resgate e levada ao centro médico da instalação olímpica para receber atendimento; segundo a organização, temperatura da água era de 20 graus Celsius

Poliana Okimoto sofre hipotermia e abandona maratona aquática
Poliana Okimoto sofre hipotermia e abandona maratona aquática (Foto: Reprodução/TV Record)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

LONDRES, 9 Ago (Reuters) - A nadadora Poliana Okimoto, representante do Brasil na maratona aquática da Olimpíada de Londres, abandonou a prova realizada nesta quinta-feira no Hyde Park após sofrer uma crise de hipotermia durante a competição.

Okimoto, que desmaiou após ser retirada da água pela equipe de resgate que acompanha a prova dentro de barcos, foi levada ao centro médico da instalação olímpica para receber atendimento.

A temperatura da água na lagoa dentro do Hyde Park onde a prova de 10 quilômetros de natação foi disputada estava na casa dos 20 graus Celsius, segundo a organização, em um dia de sol forte e calor na capital britânica.

Segundo o chefe da equipe de maratona aquática do Brasil na Olimpíada, Igor Souza, a nadadora já estava se sentindo melhor após receber hidratação venosa com soro.

"Ela já nadou com água mais gelada mas hoje infelizmente passou mal", disse o ex-maratonista aquático, que tem no currículo ter atravessado o Canal da Mancha. "Apesar de a água não estar tão gelada, a temperatura era uma coisa que preocupava."

"O ritmo dela caiu muito e ela levantou o braço pedindo para ser recolhida. Agora ela está sendo acompanhada. Está melhor, está chateada, mas está se recuperando", afirmou.

Okimoto completou 4 das 6 voltas da prova e abandonou, em 20o lugar, após 1 hora e 19 minutos de competição.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email