Polícia prende um dos suspeitos de espancar ambulante no metrô

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na noite desta terça (27) Ricardo do Nascimento Martins, 21, um dos suspeitos do espancamento que causou a morte do ambulante Luiz Carlos Ruas na estação Pedro 2º do Metrô paulista; Nascimento foi preso em Vinhedo, cidade a 79 km da capital paulista. O paradeiro de Alípio dos Santos, o outro suspeito do crime, ainda é desconhecido

Ambulante é espancado até a morte no metrô Pedro II em São Paulo após defender homossexual
Ambulante é espancado até a morte no metrô Pedro II em São Paulo após defender homossexual (Foto: Giuliana Miranda)

247 - A Polícia Civil de São Paulo prendeu na noite desta terça (27) Ricardo do Nascimento Martins, 21, um dos suspeitos do espancamento que causou a morte do ambulante Luiz Carlos Ruas na estação Pedro 2º do Metrô paulista. Nascimento foi preso em Vinhedo, cidade a 79 km da capital paulista. O paradeiro de Alípio dos Santos, o outro suspeito do crime, ainda é desconhecido.

As informações são da Folha de S.Paulo. 

"Martins não resistiu à prisão e acabou transferido para a sede do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), no centro de SP, ainda na noite desta terça.

Na chegada ao DHPP, Martins afirmou que estava arrependido. Ele disse que nada justifica o que fez, mas que estava "muito encachaçado" (bêbado) na hora do ataque.

Martins afirmou também que, naquela noite, pensou ter apenas agredido Ruas, não matado. Ele disse ainda que não conversou mais com o primo desde o dia do crime, e que cada um foi para um lado.

Testemunhas deverão fazer ainda nesta quarta (28) o reconhecimento do preso. A dupla teve decretada prisão temporária de 30 dias por homicídio qualificado e agressão a outras duas travestis.

Ruas, de 54 anos, trabalhava há duas décadas como vendedor ambulante em frente à estação Pedro 2º, da linha 3-vermelha do Metrô de São Paulo. Ele foi agredido até a morte na noite deste domingo (25) na área livre do mezanino, próximo à bilheteria da estação.

De acordo com testemunhas, a dupla de agressores teria ido urinar nas plantas do lado de fora da estação quando duas travestis reclamaram. Ruas teria defendido as travestis quando se desentendeu com os agressores."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247