Polícia quer ouvir Major Araújo sobre ligação com suspeito de assassinato de Ana Clara

O titular do Grupo Antissequestro (GAS), Kleyton Manoel, afirmou que pretende chamar o deputado estadual Major Araújo (PRP) para prestar esclarecimentos sobre seu relacionamento com Luis Carlos Costa, suspeito de assassinar a menina Ana Clara, de apenas 7 anos; em entrevista ao Jornal do Meio Dia, Major disse que era amigo do homem e que o aconselhou a se entregar para a polícia na madrugada de terça para quarta-feira, horas antes do corpo da criança ser encontrado; O Goiás 247 publicou fotos que mostram Luis Carlos indo até o gabinete do deputado, na Assembleia; nova foto mostra os dois juntos em confraternização

O titular do Grupo Antissequestro (GAS), Kleyton Manoel, afirmou que pretende chamar o deputado estadual Major Araújo (PRP) para prestar esclarecimentos sobre seu relacionamento com Luis Carlos Costa, suspeito de assassinar a menina Ana Clara, de apenas 7 anos; em entrevista ao Jornal do Meio Dia, Major disse que era amigo do homem e que o aconselhou a se entregar para a polícia na madrugada de terça para quarta-feira, horas antes do corpo da criança ser encontrado; O Goiás 247 publicou fotos que mostram Luis Carlos indo até o gabinete do deputado, na Assembleia; nova foto mostra os dois juntos em confraternização
O titular do Grupo Antissequestro (GAS), Kleyton Manoel, afirmou que pretende chamar o deputado estadual Major Araújo (PRP) para prestar esclarecimentos sobre seu relacionamento com Luis Carlos Costa, suspeito de assassinar a menina Ana Clara, de apenas 7 anos; em entrevista ao Jornal do Meio Dia, Major disse que era amigo do homem e que o aconselhou a se entregar para a polícia na madrugada de terça para quarta-feira, horas antes do corpo da criança ser encontrado; O Goiás 247 publicou fotos que mostram Luis Carlos indo até o gabinete do deputado, na Assembleia; nova foto mostra os dois juntos em confraternização (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O titular do Grupo Antissequestro (GAS) da Delegacia Estadual de Investigações (Deic), Kleyton Manoel, afirmou que pretende chamar o deputado estadual Major Araújo (PRP) para prestar esclarecimentos sobre seu relacionamento com Luis Carlos Costa, suspeito de assassinar a menina Ana Clara, de apenas 7 anos.

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia nesta quinta-feira (23/2), Major disse que era amigo do homem e que o aconselhou a se entregar para a polícia na madrugada de terça para quarta-feira, horas antes do corpo da criança ser encontrado. 

“Cheguei a conversar com ele, já na madrugada, já amanhecendo o dia, e aconselhei ele a procurar a polícia e se entregasse. Cheguei a perguntar pra ele: eles estão atrás de você? Você tem algum envolvimento? E ele negava veementemente que tinha participação”, declarou o deputado.

Major afirmou ter conversado também com a namorada dele, que foi quem denunciou o paradeiro de Luis Carlos. “Ela estava chorando muito, muito nervosa, muito aflita. Eu perguntei se ela sabia onde ele estava e ela me confirmou que sabia. Imediatamente, sugeri para ela que ligasse para a polícia e indicasse o local, tendo em vista que ela também poderia estar incorrendo em crime”, explicou.

O delegado disse que quer ouvir Major porque, para ele, o deputado deveria ter repassado qualquer informação que tivesse sobre o caso à polícia. Segundo o parlamentar, ele conheceu o casal por intermédio de amigos em comum há aproximadamente três anos.

Ao Jornal Opção, a assessoria do deputado confirmou que ele entrou em contato com Luis Carlos, mas afirmou que após conversar com o suspeito, o parlamentar falou com a Polícia Militar. Major Araújo garante que passou os dados e o contato da namorada de Luis para agentes do serviço de inteligência da PM que chegaram a participar da ação que encontrou o homem na quarta-feira (22).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247