Polícia reconstitui assassinato de advogado

Davi Sebba foi baleado por policial no estacionamento do supermercado Carrefour, na avenida T-9; o agente do Serviço de Inteligência da Polícia Militar, soldado Jonathas Atenevir Jordão, alega que a ação fez parte de uma abordagem de rotina

Polícia reconstitui assassinato de advogado
Polícia reconstitui assassinato de advogado (Foto: Fernanda Petrillo/ Divulgação)

A Redação_ A morte do advogado Davi Sebba passará por uma reconstituição na noite desta quinta-feira (30/8). A informação é da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), que voltou a funcionar normalmente depois da suspensão da greve da Polícia Civil.

A decisão de realizar a reconstituição partiu do delegado responsável pelo caso, Paulo Brito, e foi justificada pelas últimas declarações das testemunhas que suspeitam de um homicídio doloso, com intenção de matar.

A vítima tinha 38 anos e foi baleada por um policial no estacionamento do supermercado Carrefour, situado no avenida T-9, no setor Vila União, em Goiânia. A morte aconteceu a 1 mês e 25 dias e o agente do Serviço de Inteligência da Polícia Militar (PM), soldado Jonathas Atenevir Jordão, alega que a ação fez parte de uma abordagem de rotina.

Conforme a versão apresentada pela PM, Davi teria reagido à abordagem quando foi baleado pelos agentes. A suspeita é de que haveria comercialização de drogas no local, mas a informação não foi confirmada e nenhum entorpecente foi encontrado em poder do advogado.

Familiares da vítima repudiam a informação dos policiais, alegando que Davi foi ao supermercado comprar mantimentos para passar a noite na maternidade, com o filho recém-nascido e a mulher.

A reconstituição, sem horário para término, começa às 21 horas e vai contar com a presença de policiais civis, peritos criminais e os advogados de Davi Sebba e do suspeito.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247