Policiais de Minas envolvidos em tiroteio com paulistas são presos

Três policiais mineiros que se envolveram no tiroteio com policiais civis de São Paulo, em Juiz de Fora, em 19 de outubro, foram presos nesta segunda (12) na cidade mineira; no tiroteio em que duas pessoas morreram, o motivo teria sido um desentendimento entre o empresário de São Paulo, Flávio de Souza Guimarães, que teria ido a Juiz de Fora trocar dólares, e o também empresário, de Minas, Antonio Vilela; segurança dos empresários estarias endo feita pelos policiais dos dois estados

Policiais de Minas envolvidos em tiroteio com paulistas são presos
Policiais de Minas envolvidos em tiroteio com paulistas são presos

Minas 247 – Três policiais mineiros que se envolveram no tiroteio com policiais civis de São Paulo, em Juiz de Fora, foram presos nesta segunda-feira (12) na cidade mineira. No tiroteio, que ocorreu em um estacionamento de um hospital em Juiz de Fora no dia 19 de outubro, duas pessoas morreram.

Segundo Estado de São Paulo, o tiroteio ocorreu por um possível desentendimento entre o empresário de São Paulo, Flávio de Souza Guimarães, que teria ido a Juiz de Fora trocar dólares, e o também empresário, de Minas Gerais, Antonio Vilela. O confronto teria ocorrido depois de ter sido descoberto que Antonio apresentou notas falsas em Real para fazer a troca. A negociação envolveria cerca de R$ 14 milhões.

Reportagem informa ainda que  policiais de São Paulo, que seguem presos na Penitenciária de Segurança Máxima Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, estariam fazendo segurança para o empresário de São Paulo. Já os policiais civis de Minas estariam fazendo o mesmo serviço, mas para o empresário do Estado.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247