Políticos disputam R$ 36 bilhões em investimentos

O Estado de Minas Gerais possui um conjunto de 12 cidades que totalizam investimentos já garantidos de aproximadamente R$ 36 bilhões; recursos despertam o interesse de nada menos que 42 candidatos a estas prefeituras de pequeno e médio porte

Políticos disputam R$ 36 bilhões em investimentos
Políticos disputam R$ 36 bilhões em investimentos (Foto: iDesign/Shutterstock)

247 – Doze cidades de Minas Gerais despertam o interesse de 42 candidatos a prefeito nas próximas eleições de outubro. O motivo para isso é o bom momento econômico atravessado e a perspectiva de investimentos já anunciados para estes municípios, que somados chegam a R$ 36 bilhões. São fábricas, usinas e complexos industriais que já confirmaram projetos para estes locais. Em Congonhas, por exemplo, primeiro lugar no ranking de recursos que vão ser aportados, são sete os candidatos.

De acordo com levantamento feito pelo jornal Estado de Minas, dos R$ 13,4 bilhões anunciados pela iniciativa privada para a cidade, a maior parte (R$ 11 bilhões) está prevista para ser empregada em um projeto de exploração mineral da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). O restante chegará à cidade a partir do segundo semestre de 2013, por meio da expansão das atividades mineradoras da Ferrous, empresa formada por um fundo de investimentos norte-americanos, australianos e ingleses. A região desperta o interesse de pessoas, inclusive de outros locais, pela quantidade de empregos gerados durante as obras e o elevado número de funcionários contratados pelas grandes mineradoras.

Já a cidade de Patrocínio, no Alto Paranaíba, foi assinado um protocolo entre o Governo de Minas Gerais e a mineradora Vale, que prevê investimentos de R$ 3,6 bilhões na construção de um complexo de mineração para exploração de uma jazida de fosfato. Este projeto já foi marca em campanhas anteriores, com promessa de geração de cerca de seis mil empregos diretos e indiretos para a cidade, que possui 85 mil habitantes.

Muito embora a geração de emprego e renda seja um dos motes principais, os efeitos colaterais - como qualidade de vida, aumento dos bolsões de pobreza, custos sociais, por exemplos - também estão na pauta de discussões. Como as cidades são de pequeno e médio porte, a chegada repentina de grandes projetos poderá levar a uma série de distorções e problemas sociais que hoje acontecem em pequena escala nestas localidades. O que a população espera é que,  quem quer que ganhe o pleito, tenha em mente o que vem a reboque dos investimentos.

 

Confira abaixo as cidades com maiores investimentos em Minas Gerais.

Cidade: Congonhas
Investimento: R$ 13,4 bilhões

 

Cidades: Grão Mogol, Padre Carvalho e Rio Pardo de Minas
Investimento: R$ 8,3 bilhões

 

Cidades: São Joaquim de Bicas, Brumadinho e Igarapé
Investimento: R$ 4 bilhões

 

Cidade: Patrocínio
Investimento: R$ 3,6 bilhões

 

Cidades: Morro do Pilar e Santa Maria do Itabira
Investimento: US$ 2,8 bilhões

 

Cidade: Itabira
Investimento: R$ 2,5 bilhões

 

Cidade: Tupaciguara
Investimento: R$ 1,5 bilhão

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247