Por ter fechado com Pelegrino, PR corre risco de perder seus quadros

Depois de os deputados estaduais Sandro Régis e Elmar Nascimento declararem que vão mudar de legenda, o federal Maurício Trindade decidiu tomar o mesmo caminho

Por ter fechado com Pelegrino, PR corre risco de perder seus quadros
Por ter fechado com Pelegrino, PR corre risco de perder seus quadros (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O Partido da República (PR) deve mesmo perder seus principais quadros na Bahia. Depois de os deputados estaduais Sandro Régis e Elmar Nascimento declararem que vão mudar de legenda, o federal Maurício Trindade decidiu tomar o mesmo caminho. O motivo é comum: o apoio do partido comandado pelo ex-governador e ex-senador César Borges ao candidato do PT à Prefeitura do Salvador, Nelson Pelegrino.

Não custa lembrar, César foi candidato à reeleição pela chapa majoritária do PMDB em 2008, que tinha o ex-ministro da Integração Nacional Geddel Vieira Lima candidato a governador.

A única diferença entre Maurício Trindade e os correligionários deputados estaduais é que ele não tem tanta pressa de deixar a legenda. Garante apenas que em 2014 tentará se reeleger por outro partido.

"É assunto para depois da eleição. Estou empenhado na campanha de ACM Neto, literalmente vestindo e suando a camisa. Agora mesmo, estou com 300 velhinhas aqui na minha frente, na LBV [Legião da Boa Vontade], na Cidade Baixa", disse Trindade em entrevista ao site Bahia Notícias.

Apesar de estar apoiando a candidatura de ACM Neto (DEM), o parlamentar republicano não admite virar democrata e afirma que ainda não sabe qual será seu novo abrigo político. Ainda na entrevista, Trindade reiterou seu descontentamento com César Borges (presidente do PR na Bahia), que teria tomado uma atitude "unilateral" ao negociar o apoio com o PT.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email