Porta dos Fundos é acusado de misoginia após sátira com vereadora do Partido Novo

No vídeo do Porta do Fundos, a personagem chamada Yollanda Vereadora, inspirada da vereadora Indaiara Barbosa, eleita pelo Partido Novo em Curitiba, integrante do, afirma que participou de orgias em festas do Partido Novo e "vazou" nudes de si mesma

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Internautas acusam o canal Porta dos Fundos de misoginia nas redes sociais por causa da satirização de Indaiara Barbosa, a vereadora mais votada nas eleições de Curitiba, no Paraná, integrante do partido Novo.

No vídeo do Porta do Fundos, a personagem chamada Yollanda Vereadora, inspirada na parlamentar eleita, afirma que participou de orgias em festas do Partido Novo e "vazou" nudes de si mesma.

De acordo com a descrição do vídeo publicado nas redes sociais da produtora, "pela família curitibana brasileira, pelas casas de swing, pelos garotos de programa, pela galera do OnlyFans, pelo clubinho de BDSM e por todos os sigilosos, avisem ao povo que Yollanda está eleita!".

A vereadora respondeu no Twitter. "É uma pena que o @portadosfundos associe o sucesso de uma mulher a alguma conotação sexual. Temos muito trabalho para mudar essa cultura retrógrada", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247