Porto Alegre comemora o Dia das Mulheres

Neste ano, além de promover atos em defesa dos direitos feministas, a Marcha Mundial das Mulheres defenderá nas ruas a realização do plebiscito popular por uma Constituinte Exclusiva sobre a reforma política; na capital gaúcha, o Bloco Feminista levará o Carnaval pelas ruas da Cidade Baixa, no sábado, das 18h às 22h; no domingo, haverá debate sobre a Reforma do Sistema Político por todo o estado

2013.05.26 - Porto Alegre/RS/Brasil - Milhares de homens e mulheres fazem a Marcha das Vadias, no Parque Farroupilha. Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br
2013.05.26 - Porto Alegre/RS/Brasil - Milhares de homens e mulheres fazem a Marcha das Vadias, no Parque Farroupilha. Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasil de Fato - Comemorado neste sábado (8), o Dia Internacional da Mulher, mais do que uma data festiva, é um dia de luta para todas as mulheres no Brasil e no mundo. Neste ano, além de promover atos em defesa dos direitos feministas, a Marcha Mundial das Mulheres defenderá nas ruas a realização do plebiscito popular por uma Constituinte Exclusiva sobre a reforma política.

Em nota, o movimento alertou que para "despatriarcalizar" e destravar pautas importantes para as mulheres, como a descriminalização e a legalização do aborto, é preciso construir espaços efetivos para a participação popular e radicalizar a democracia. A Marcha lembra também da pouca representatividade das mulheres no Senado e na Câmara: menos de 10% e 9%, respectivamente, apesar delas já serem 51% do eleitorado no país.

Também será alvo de críticas o PL 4.211/2012, conhecido como Gabriela Leite, do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ). Na nota, o movimento disse que "repudia" a mudança do discurso feminista de "meu corpo me pertence" para "meu corpo é meu negócio" e acusa o projeto de legalizar a cafetinagem e aprofundar a exploração das mulheres.

Protestos pelo país

As mobilizações acontecerão neste sábado em diversos estados do Brasil. Confira:

São Paulo: a concentração será às 9 horas no vão Livre do Masp e seguirá até a Praça Roosevelt, no centro da capital.

Belo Horizonte: acontecerá o bloco "Desobedientes do ritmo, mulheres na rua", que se concentrará às 8 horas na Praça Afonso Arinos.

Amazonas: em Parintins, com o tema "Mulheres invisíveis também tem direitos", a Marcha irá até o presídio da cidade onde haverá um debate sobre as origens do 8 de Março com as presidiárias.

Pernambuco: acontecerá uma panfletagem na Praça do Derby, em Recife, das 7 às 15 horas.

Rio de Janeiro: ato nos Arcos da Lapa, região central, com concentração às 13h.

Mossoró: ato Publico no dia 8 de março às 8h na praça do Pax.

Aracaju: dia 11/03, o ato terá concentração as 9h na praça general Valadão.

Porto Alegre: Bloco Feminista levará o Carnaval pelas ruas da Cidade Baixa, no sábado, das 18h às 22h. Concentração 17 horas na rua João Alfredo com Joaquim Nabuco. No domingo (09) heverá bancas para falar sobre a Reforma do Sistema Político por todo o estado do RS.

Belém: ato unificado com o tema "mulheres botam o bloco na rua contra todos os tipos de violência" no dia 8 às 9h, saindo da escadinha da estação das docas até a praça do relógio.

Salvador: o núcleo Zeferina fará intervenções urbanas e batucada feminista no sábado ÀS 9h na Praça da Piedade no dia 08/03.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email