Possível delação de Rossine apavora a política do TO

Informações de bastidores dão conta de que o empreiteiro Rossine Aires Guimarães teria fechado delação premiada com o MPF; Há quem garanta que Rossini falou por 14 horas, em dois dias, com os procuradores; não se sabe se a delação teria ocorrido na Operação Ápia, que investiga esquema que fraudava licitações públicas e execução de contratos celebrados para a terraplanagem e pavimentação asfáltica em diversas rodovias estaduais, ou na Reis do Gado, que investigou um esquema de fraudes em contratos de licitações públicas

Informações de bastidores dão conta de que o empreiteiro Rossine Aires Guimarães teria fechado delação premiada com o MPF; Há quem garanta que Rossini falou por 14 horas, em dois dias, com os procuradores; não se sabe se a delação teria ocorrido na Operação Ápia, que investiga esquema que fraudava licitações públicas e execução de contratos celebrados para a terraplanagem e pavimentação asfáltica em diversas rodovias estaduais, ou na Reis do Gado, que investigou um esquema de fraudes em contratos de licitações públicas
Informações de bastidores dão conta de que o empreiteiro Rossine Aires Guimarães teria fechado delação premiada com o MPF; Há quem garanta que Rossini falou por 14 horas, em dois dias, com os procuradores; não se sabe se a delação teria ocorrido na Operação Ápia, que investiga esquema que fraudava licitações públicas e execução de contratos celebrados para a terraplanagem e pavimentação asfáltica em diversas rodovias estaduais, ou na Reis do Gado, que investigou um esquema de fraudes em contratos de licitações públicas (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - Informações de bastidores dão conta de que o empreiteiro Rossine Aires Guimarães teria fechado delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF). De acordo com o site do Cleber Toledo, há quem garanta que Rossini falou por 14 horas, em dois dias, com os procuradores.

Não se sabe se a delação teria ocorrido na Operação Ápia, que investiga esquema que fraudava licitações públicas e execução de contratos celebrados para a terraplanagem e pavimentação asfáltica em diversas rodovias estaduais, ou na Reis do Gado, que investigou um esquema de fraudes em contratos de licitações públicas.

O empresário sempre foi um dos grandes "mecenas" da política estadual e esteve no centro das denúncias envolvendo o bicheiro Carlinhos Cacheira, em 2012. 

Uma filha, sócio e funcionários do empreiteiro também foram alvos da Operação Ápia. Alguns tiveram a prisão preventiva decretada, mas forma liberados.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247