CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Prefeito só anuncia decisão na próxima semana

João da Costa (PT) arrastará até o limite o anúncio do caminho que seguirá na sucessão do Recife; a possibilidade de apoiar a candidatura do senador Humberto Costa (PT) segue remota; o martelo só será batido após encontro, em São Paulo, entre o gestor recifense e o ex-presidente Lula (PT)    

Prefeito só anuncia decisão na próxima semana (Foto: Fernando Silva/Prefeitura do Recife e André Corrêa/Divulgação)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Gilberto Prazeres _PE247 – A tão aguardada decisão do prefeito do Recife, João Costa (PT), sobre quem receberá o seu apoio na sucessão municipal – o correligionário Humberto Costa ou o socialista Geraldo Júlio, só deverá ser anunciada na próxima semana. O gestor, ainda magoado por ter sido rifado da eleição, espera ouvir os argumentos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai lhe apresentar para, então, cravar o caminho que seguirá no pleito. Os dois se encontrarão logo após o retorno de Costa ao Brasil, na próxima semana. O petista recifense embarca, no próximo domingo (29), para a Inglaterra, onde prestigia evento brasileiro nas Olimpíadas de Londres.

Na reunião com João da Costa, Lula fará um último apelo para que o correligionário suba no palanque do senador Humberto Costa. Esse encontro, inclusive, fora adiado pelo próprio prefeito, que, há pouco tempo, não queria discutir de forma alguma essa possibilidade. Há o entendimento, no grupo de João, de que, após ouvir o ex-presidente, o gestor estaria livre, do ponto de vista partidário, para assumir uma postura de neutralidade.

Alguns membros do grupo do gestor já deixaram claro para ele que preferem ficar bem distantes da campanha do senador Humberto Costa, devido a toda celeuma das prévias do partido, com direito ataques à militância, ao próprio prefeito e, claro, a anulação do processo de eleição interna, vencido por João da Costa.

Os candidatos a vereador ligados ao prefeito (Osmar Ricardo, Jairo Britto, Eduardo Granja... ) também preferem não apoiar diretamente a campanha de Humberto, mas temem sofrer algum tipo de retaliação do comando nacional do partido se optarem por subir no palanque de Geraldo Júlio.

Desse modo, pessoas ligadas a João da Costa garantem que sua decisão ainda estaria em construção, uma vez que é o futuro político do gestor que está em jogo. A possibilidade de uma migração partidária – especula-se que poderia ser para o PSB ou PDT – também seguiria sendo analisada. Porém, o perfil das duas siglas, comandas por figuras isoladas (o governador Eduardo Campos e o prefeito de Caruaru, José Queiroz, respectivamente) não agrada o gestor.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO