Prefeitura anuncia pacote de austeridade, com redução de pessoal terceirizado

A Prefeitura de Fortaleza anunciou ontem(23), um corte de 30% nas despesas com terceirizados, que devem representar uma economia R$ 130 milhões aos cofres públicos. Além disso, também serão cortadas outras despesas com pessoal. As medidas integram o pacote de racionalização e otimização de gastos com pessoal e custeio da máquina pública. A estimativa é que as medidas representem uma economia de R$ 250 milhões este ano

A Prefeitura de Fortaleza anunciou ontem(23), um corte de 30% nas despesas com terceirizados, que devem representar uma economia R$ 130 milhões aos cofres públicos. Além disso, também serão cortadas outras despesas com pessoal. As medidas integram o pacote de racionalização e otimização de gastos com pessoal e custeio da máquina pública. A estimativa é que as medidas representem uma economia de R$ 250 milhões este ano
A Prefeitura de Fortaleza anunciou ontem(23), um corte de 30% nas despesas com terceirizados, que devem representar uma economia R$ 130 milhões aos cofres públicos. Além disso, também serão cortadas outras despesas com pessoal. As medidas integram o pacote de racionalização e otimização de gastos com pessoal e custeio da máquina pública. A estimativa é que as medidas representem uma economia de R$ 250 milhões este ano (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - A Prefeitura de Fortaleza anunciou ontem(23), um corte de 30% nas despesas com terceirizados, que devem representar uma economia R$ 130 milhões aos cofres públicos. Além do corte de pessoal, também serão cortadas despesas com o auxílio-alimentação para quem ganha R$ 6 mil ou mais; redução da Trabalho Técnico Relevante e das comissões de trabalho em 50%; e a suspensão da licença-prêmio por três anos.

Essas medidas integram o pacote de racionalização e otimização de gastos com pessoal e custeio da máquina pública. A estimativa é que as medidas representem uma economia de R$ 250 milhões este ano.

O anúncio foi feito pelo secretário de Governo, Samuel Dias, em coletiva à imprensa. Ao todo foram apresentadas 11 medidas de redução de despesas que integram o "Pacote de Austeridade". Algumas das medidas, como a fusão de secretárias, já haviam sido anunciadas, anteriormente, pelo prefeito, Roberto Cláudio. O secretário justificou que em função da retração econômica que afeta todo o país, as prioridades de gastos serão os investimentos sociais na áreas de educação e saúde e inovações urbanas.

Veja a lista com as 11 medidas:

- Redução de veículos locados, inclusive a retirada dos veículos de representação dos secretários;

- Fusão das Secretarias Municipais de Cidadania e Direitos Humanos (SCDH) e do Trabalho, Desenvolvimento Social e Combate à Fome (Setra);

- Redução dos gastos com aluguéis, diárias, passagens, apoio a eventos, telefonia, internet, energia e outros;

- Auxílio-alimentação somente para quem ganha até R$ 6 mil;

- Redução de 50% das gratificações de Trabalho Técnico Relevante (TTR);

- Redução de 50% das Comissões de Trabalho;

- Limitação de uso de Servidores Cedidos com ressarcimento;

- Extinção da reincorporação de cargos comissionados;

- Implantação do ponto eletrônico com biometria;

- Redução de cerca de 30% de contratos de serviços terceirizados;

- Suspensão da utilização de licença-prêmio por três anos.

 

 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email