Prefeitura de Salvador anuncia sistema de cotas

"É comum ouvir que Salvador é a cidade mais negra fora da África, mas não é comum a gente cultuar e enaltecer a luta e a riqueza cultural dos nossos ancestrais. O objetivo deste trabalho é abrir portas e quebrar paradigmas. O primeiro deles é a criação de cotas para ocupação de funções públicas em Salvador", afirma o prefeito ACM Neto (DEM)

Prefeitura de Salvador anuncia sistema de cotas
Prefeitura de Salvador anuncia sistema de cotas (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

No nono dia de sua gestão, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), deu resposta prática às acusações que sofreu do então adversário Nelson Pelegrino, do PT (que saiu derrotado), na disputa eleitoral de outubro passado sobre a política de cotas raciais do governo federal.

ACM teve repercussão nacional depois de anunciar, ontem, a implantação do sistema na sua administração. Ele assinou o decreto que cria um grupo de trabalho para iniciar a implantação do programa de cotas na prefeitura.

Projeto faz parte do Programa de Celebração dos Eventos em Comemoração às Conquistas dos Afrodescendentes.

Formado pelas secretarias municipais da Educação, Reparação e Desenvolvimento, Turismo e Cultura e pela Fundação Gregório de Matos, a equipe vai elaborar e desenvolver atividades para marcar 2013 como um ano de homenagens à ancestralidade e cultura negra.

"É comum ouvir que Salvador é a cidade mais negra fora da África, mas não é comum a gente cultuar e enaltecer a luta e a riqueza cultural dos nossos ancestrais. O objetivo deste trabalho é abrir portas e quebrar paradigmas. O primeiro deles é a criação de cotas para ocupação de funções públicas em Salvador", disse o prefeito.

Em 2013, são comemorados os 125 anos da assinatura da Lei Áurea e os dez anos da edição da lei federal que institui a obrigatoriedade do estudo da história da África no currículo escolar do país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email