Presa mais uma integrante da gangue das loiras

Priscila Amaral foi presa nessa terça-feira no centro de São Paulo; grupo de mulheres é acusado por mais de 50 sequestros-relâmpago

Presa mais uma integrante da gangue das loiras
Presa mais uma integrante da gangue das loiras (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Foi presa na tarde desta terça-feira, no centro de São Paulo, Priscila Amaral, de 32 anos, durante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva da Polícia Civil. Ela é acusada de fazer parte do grupo conhecido como "gangue das loiras", que tem realizado sequestros-relâmpago na Zona Sul de São Paulo. Cinco dos sete integrantes da gangue estão detidos.

A polícia continua a busca por mais duas integrantes da gangue que estão foragidas, Franciely Aparecida P. dos Santos e Simara Lian. O grupo é acusado de cometer mais de 50 sequestros-relâmpago, desde 2008. As investigações começaram há mais de dois meses e a primeira integrante presa foi Carina Geremias Vendramini, de 25 anos, detida no dia 20 de maio na casa onde morava com o marido e a filha em Curitiba, no Paraná.

O único homem do grupo, Wagner de Oliveira Gonçalves, é acusado de ser o líder. Ele foi preso dia 22 de maio. Sua esposa, Monique Awoki Scasiota, também acusada de participar da gangue, foi detida no mesmo dia. Ainda em maio, por meio de denúncia anônima, Vanessa Geremias Vendramini, de 23 anos, também foi detida.

O grupo ficou conhecido como a "gangue das loiras" por ser composto por seis mulheres, em sua maioria loiras, e um homem. Todos de classe média alta, usavam carros importados, roupas e acessórios de grife. A boa aparência das mulheres foi usada como isca para surpreender as vítimas. Algumas delas possuem curso superior e todos os integrantes têm passagem pela polícia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email