Presidente da CBF é recebido por Temer no Palácio do Planalto

Marin evitou falar sobre atritos entre a entidade e o governo durante a gesto de seu antecessor, Ricardo Teixeira, e disse que o foco agora deve ser o presente e o futuro

Presidente da CBF é recebido por Temer no Palácio do Planalto
Presidente da CBF é recebido por Temer no Palácio do Planalto (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil – O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, foi recebido hoje (17) pelo vice-presidente, Michel Temer no Palácio do Planalto, e disse que a CBF e o governo devem trabalhar conjuntamente para o sucesso da Copa do Mundo de 2014.

Marin evitou falar sobre atritos entre a entidade e o governo durante a gestão de seu antecessor, Ricardo Teixeira, e disse que o foco agora deve ser o presente e o futuro. “Não posso abordar esse assunto, vou dizer para você, com toda sinceridade, que o passado é passado. Para o José Maria Marin à frente da CBF o que importa é o presente e o futuro, e, no futuro nós precisamos estar todos unidos, CBF, governos federal, estadual, dirigentes de clube e federações para termos um único objetivo que é o sucesso na próxima Copa do Mundo”, disse a jornalistas após a reunião com Temer.

O presidente da CBF relatou que a reunião com Temer foi uma retribuição a um encontro anterior. Perguntado se não gostaria de ter uma audiência com a presidenta Dilma Rousseff, já que Ricardo Teixeira não foi recebido nenhuma vez por ela, fato que gerou estranheza, Marin desconversou.

“Tive agora uma audiência com um dos homens mais importantes do país. Vim retribuir a visita. Estou preocupado com o futebol do país, não estou preocupado com audiência”, respondeu.

Marin ainda falou sobre a expectativa para o futebol nas Olimpíadas de 2012, em Londres, considerando que o Brasil levará “uma grande equipe” tanto masculina como feminina.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email