Presidente da CUT em Minas critica nomeações na educação

Beatriz Cerqueira mostrou insatisfação com o processo de nomeação dos cargos da secretaria de educação no estado; "Governador Fernando Pimentel não honrou o compromisso assumido com a categoria, a educação está sendo loteada como o governo do PSDB fazia" disse Cerqueira

Beatriz Cerqueira mostrou insatisfação com o processo de nomeação dos cargos da secretaria de educação no estado; "Governador Fernando Pimentel não honrou o compromisso assumido com a categoria, a educação está sendo loteada como o governo do PSDB fazia" disse Cerqueira
Beatriz Cerqueira mostrou insatisfação com o processo de nomeação dos cargos da secretaria de educação no estado; "Governador Fernando Pimentel não honrou o compromisso assumido com a categoria, a educação está sendo loteada como o governo do PSDB fazia" disse Cerqueira (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Minas 247 -  Beatriz Cerqueira, presidente do diretório estadual da Central Única dos Trabalhadores criticou a nomeação de cargos na área da educação em Minas Gerais. Segundo Beatriz, o governador Pimentel "não honrou o compromisso assumido com a categoria" e a educação "estaria sendo loteada".

"Bom dia! 
E aos poucos o PT revela como fará política em Minas Gerais: vendendo os cargos para construir sua governabilidade, ou melhor, comprando a sua governabilidade.

Governador Fernando Pimentel não honrou o compromisso assumido com a categoria, a educação está sendo loteada como o governo do PSDB fazia.

Hoje foram publicadas várias nomeações para Superintendentes Regionais de Ensino:

- Varginha: loteado entre Odair Cunha e Geisa. Não respeitaram a plenária que indicou o assistente técnico da Educação Básica;

- Em Ituiutaba e Monte Carmelo os cargos foram para os Prado, desrespeitando a escolha do professor Evaldo e o diretor de escola Sidnei;

- No norte de Minas, Paulo Guedes faz carreira nas costas da população mineira. Não lhe bastou os cargos comissionados da sua secretaria, do governo federal na região e os benefícios que tem o direito de continuar recebendo da Assembleia Legislativa. Indicou as SREs de Januária, Montes Claros e Janaúba. Por lá já estávamos acostumados a ver composições com a direita como a dobradinha que ele fez com o candidato a deputado federal Rodrigo de Castro do PSDB. Entendemos como ele foi o deputado estadual mais votado!

Em Patrocínio, passamos pelo constrangimento do governo estadual entregar a SRE para o deputado estadual que foi inimigo da educação e votou pelo congelamento da carreira e pelo subsídio. Mesmo contrangimento em Campo Belo. Trocaram professores do chão da escola, que sabem os problemas da educação e da categoria, que fizeram o enfrentamento ao desmonte da educação, que foram pra rua, que responderam processos por questionarem o autoritarismo da gestão do PSDB, que são apoiados pelos movimentos sociais da região por acordos com o inimigo.

Em Paracatu foi imposição do vice governador no seu direito divino de mandar na região. Assim como ele já havia feito em Unaí, terra que o PT faz acordo com assassino de trabalhador.

As SREs de Carangola e Governador Valadares foram entregues ao PMDB. As secretaria e cargos comissionados que o partido já tem no estado parecem insuficientes!

Em Caratinga, a nomeação foi indicação do Mauro Lopes.

Já haviamos amargado o acordo em Divinópolis entre deputados federais.

Só posso lamentar. Ouviram mas não entenderam nada do que o Lula falou nos 35 anos do PT no Minascentro. O castelo de poder construído assim, uma hora desmorona. É só ver a conjuntura nacional. O governo e o PT perderam a oportunidade de fazer diferente, de construir com a participação da categoria, que não está apadrinhada por um mandato ou por partido político."

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247