Geral

Professores mantêm greve mais longa da história

Assembleia realizada pelos professores decidiu pela manutenção da greve que já dura 80 dias, a mais longa da história do movimento; eles reivindicam 75,33% de aumento; até agora o governo paulista não apresentou nenhuma proposta, mas promete apenas para julho a divulgação de um plano

03/06/2015- São Paulo- SP, Brasil- Professores da rede estadual fazem manifestação na Avenida Paulista. (Foto: Voney Malta)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

SP 247 - A mais longa greve da história dos professores da rede pública de São Paulo, 80 dias, vai continuar. A decisão pela manutenção da paralisação foi tomada durante assembleia realizada na avenida Paulista, Centro de São Paulo, ontem (3). Foram necessárias duas votações para que o lado vencedor ficasse conhecido.

 Após a decisão, os professores seguiram em caminhada até a praça da República, onde fica a sede da Secretaria Estadual de Educação. Enquanto os professores avaliam a participação no ato de 15 mil professores, a PM aponta apenas mil.

Os grevistas reivindicam aumento de 75,33%. O governo de Geraldo Alckmin (PSDB) ainda não apresentou nenhuma proposta, mas promete divulgar um plano até julho.

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO