CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Professores podem entrar em greve novamente

Em assembleia na tarde desta terça-feira (18), os docentes da rede pública estadual decidiram fazer novas paralisações nos dias 28 de setembro e 3 de outubro; "Por enquanto faremos apenas manifestações, mas nada nos impede de voltarmos a deflagrar uma greve, já que o governo não se interessou em sentar à mesa para negociar itens como campanha salarial", diz Rui Oliveira, presidente da APLB

Professores podem entrar em greve novamente (Foto: Edição 247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bahia 247

A greve que durou 115 dias (a maior da história da Bahia), encerrada em julho passado, não foi suficiente para pôr fim ao embate entre os professores da rede pública de ensino e o governador Jaques Wagner (PT).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em assembleia na tarde desta terça-feira (18), no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários, no Largo dos Aflitos, em Salvador, os docentes decidiram fazer novas paralisações nos dias 28 de setembro e 3 de outubro.

De acordo com o presidente da Associação dos Professores do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, a categoria decidiu parar para pressionar o governo a negociar. "Depois de mais de 100 dias de greve, voltamos ao trabalho, mas ainda não temos parecer de que teremos nossos direitos garantidos". Nos dois dias de paralisação, a categoria fará um ato público na Praça da Piedade, às 9 horas, seguido de uma caminhada até a Praça Municipal.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

"Por enquanto faremos apenas manifestações, mas nada nos impede de voltarmos a deflagrar uma greve, já que o governo não se interessou em sentar à mesa para negociar itens como campanha salarial, mudanças no formato do ensino médio e outros itens a serem avaliados", disse Rui em entrevista ao site Bocão News.

O presidente da APLB deixou clara a possibilidade de nova greve. "Nós aceitamos voltar ao trabalho em troca dos direitos que nos foram tirados durante o movimento, a exemplo de nossos salários, que foram retidos, e o retorno dos 154 profissionais do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) que foram demitidos. E só".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Greve 

O governador Jaques Wagner apresentou uma contraproposta para a realização do acordo que deu fim à greve de 115 dias dos professores, por meio de correspondência enviada a APLB-SINDICATO. De acordo com a Secretaria de Comunicação, foram apresentadas cláusulas econômicas, contidas na proposta de intermediação do Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo a contraproposta, além dos reajustes salariais neste ano, que variam de 6,5% a 11,5%, o Governo prometeu conceder a todos os professores licenciados da carreira de Magistério, por meio de curso de atualização de práticas pedagógicas, promoção com ganho de 7%, em novembro de 2012, e nova promoção, também com ganho de 7%, em março de 2013.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO