PSB caminha em busca de uma aliança com o PDT

Apesar de insistir que “2014 somente será discutido em 2014”, partido articula movimentações nos bastidores em busca da formação de alianças visando a candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à presidência da República; uma maior aproximação com o PTB está na alça de mira da legenda, o que, caso se concretize, também terá repercussão na sucessão pernambucana

PSB caminha em busca de uma aliança com o PDT
PSB caminha em busca de uma aliança com o PDT
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paulo Emílio _PE247- Embora o PSB insista em afirmar que “2014 somente será discutido em 2014” as movimentações nos bastidores do partido em busca da formação de alianças visando o pleito do próximo ano e o fortalecimento da potencial candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência da República seguem a todo vapor. “Estamos ao lado da presidente Dilma Rousseff (PT) de maneira responsável, ajudando naquilo que for de interesse do país. Mas também estamos unidos em torno de uma candidatura própria. Eduardo não será candidato de oposição, mas ele é capaz de encarnar um novo momento político. Ele tem capacidade de diálogo com as mais diversas forças políticas, tem visão de futuro”, diz o senador pessebista Rodrigo Rollemberg. Dentro desta capacidade de diálogo, o parlamentar defende uma maior aproximação com o PDT que, caso se concretize, também terá repercussão na sucessão pernambucana.

“O PDT é um partido que tem muita coisa em comum com o PSB. Não temos nada de concreto, mas estamos conversando , não apenas com o PDT mas com muitos outros partidos”, observou Rollemberg. As conversações tem sua razão de ser. Embora integra o Governo Federal, inclusive com cargos, O PDT mantém uma relação tensa com o PT. Enquanto parte da legenda defende a permanência na base governista, o que inclui um ministério, outra defende o descolamento do governo, o que foi intensificado com a recente onda de protestos que derrubou a popularidade da presidente Dilma. Nesta linha, muitos trabalhistas tentam uma aproximação com o PSB de Campos e com o PSDB do senador mineiro Aécio Neves.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247