PSB de Vanderlan ainda espera Lúcia Vânia

"A senadora pediu 30 dias para decidir se vai se filiar ao PSB e este prazo está vencendo. Abrimos todas as portas do partido e só depende agora dela", afirma o empresário Vanderlan Cardoso, que comanda o PSB em Goiás; senadora entrou em conflito com o PSDB e tucanos de Goiás ainda tentam segurá-la no PSDB

"A senadora pediu 30 dias para decidir se vai se filiar ao PSB e este prazo está vencendo. Abrimos todas as portas do partido e só depende agora dela", afirma o empresário Vanderlan Cardoso, que comanda o PSB em Goiás; senadora entrou em conflito com o PSDB e tucanos de Goiás ainda tentam segurá-la no PSDB
"A senadora pediu 30 dias para decidir se vai se filiar ao PSB e este prazo está vencendo. Abrimos todas as portas do partido e só depende agora dela", afirma o empresário Vanderlan Cardoso, que comanda o PSB em Goiás; senadora entrou em conflito com o PSDB e tucanos de Goiás ainda tentam segurá-la no PSDB (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O PSB de Goiás ainda espera a senadora Lúcia Vânia, que entrou em conflito com o PSDB durante a composição da nova Mesa Diretora do Senado. A parlamentar foi convidada formalmente para se filiar ao PSB e lideranças nacionais estão envolvidas nessa transação.

Em entrevista à coluna Giro, de O Popular, o empresário Vanderlan Cardoso, presidente do PSB estadual, revela que como está a situação de Lúcia Vânia. 

"A senadora pediu 30 dias para decidir se vai se filiar ao PSB e este prazo está vencendo. Abrimos todas as portas do partido e só depende agora dela".

Vanderlan não quis detalhar se a senadora exigiu a presidência do partido em Goiás para se filiar. "A presidência estadual não entrou nesta discussão nem a senadora fez qualquer menção ao cargo. Nesta quinta-feira estarei no encontro dos presidentes estaduais do PSB com a cúpula nacional, mas ainda não terei novidade da senadora".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247