PSB terá que indenizar academia destruída em acidente

A Justiça de Santos (SP) decidiu que o partido terá que pagar uma indenização mensal de R$ 10 mil ao empresário Benedito Juarez Câmara, que teve sua academia de ginástica destruída no acidente de avião que matou o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República pelo partido, Eduardo Campos, no ano passado; o PSB poderá recorrer da decisão

A Justiça de Santos (SP) decidiu que o partido terá que pagar uma indenização mensal de R$ 10 mil ao empresário Benedito Juarez Câmara, que teve sua academia de ginástica destruída no acidente de avião que matou o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República pelo partido, Eduardo Campos, no ano passado; o PSB poderá recorrer da decisão
A Justiça de Santos (SP) decidiu que o partido terá que pagar uma indenização mensal de R$ 10 mil ao empresário Benedito Juarez Câmara, que teve sua academia de ginástica destruída no acidente de avião que matou o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República pelo partido, Eduardo Campos, no ano passado; o PSB poderá recorrer da decisão (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - A Justiça de Santos (SP) decidiu que o PSB terá que pagar uma indenização mensal de R$ 10 mil ao empresário Benedito Juarez Câmara (69) que teve sua academia de ginástica destruída no acidente de avião que matou o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República pelo partido, Eduardo Campos, no ano passado. O PSB poderá recorrer da decisão.

Para a juíza da 9ª Vara Cível de Santos, Natália Monti, como existe uma "absoluta obscuridade" sobre a quem o avião realmente pertencia, só restou antecipar a antecipar a responsabilidade ao réu PSB. Ela também entendeu que o valor da indenização é uma "compensação pela impossibilidade de utilização do imóvel para o exercício de atividades profissionais".

Na ação, Benedito Juarez alega não ter condições financeiras para realizar as reformas estruturais que o prédio necessita após o acidente.
O PSB não se pronunciou sobre a decisão por não ter sido notificado sobre o fato.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247