"PSDB adia golpe contra Temer para aprofundar golpe contra o povo"

A afirmação está contida em nota da bancada do PT na Câmara divulgada nesta segunda (5); "Tendo liderado o golpe contra a democracia que levou Temer à Presidência, agora o PSDB pressiona o governo para acelerar o desmonte do Estado de bem-estar social, com a retirada de direitos previdenciários, econômicos e trabalhistas, o golpe contra o povo. A interpretação precisa do movimento do PSDB é o adiamento do seu golpe contra Temer, para aprofundar o golpe contra o povo", diz nota assinado pelo deputado Afonso Florence (BA), líder da Bancada do PT na Câmara

Brasília - Deputado Afonso Florence fala durante sessão para votação da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados. ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Brasília - Deputado Afonso Florence fala durante sessão para votação da autorização ou não da abertura do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, no plenário da Câmara dos Deputados. ( Marcelo Camargo/Agência Brasil) (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A bancada do PT na Câmara emitiu nota nesta segunda-feira (5) afirmando que o PSDB, ao declarar apoio às medidas de Michel Temer "adia" o golpe contra o atual presidente para "aprofundar o golpe contra o povo".

"Tendo liderado o golpe contra a democracia que levou Temer à Presidência, agora o PSDB pressiona o governo para acelerar o desmonte do Estado de bem-estar social, com a retirada de direitos previdenciários, econômicos e trabalhistas, o golpe contra o povo. A interpretação precisa do movimento do PSDB é o adiamento do seu golpe contra Temer, para aprofundar o golpe contra o povo. É, o PSDB, uma vez golpista, sempre golpista", disse.

Abaixo a nota:

Diante dos boatos de que o PSDB tramava um golpe contra Michel Temer, o partido soltou nesta segunda-feira (5/12) uma ‘’nota de esclarecimentos” em que nega esse propósito. Ao mesmo tempo, na nota, o PSDB manifestou seu apoio às medidas econômicas do governo Temer, que só têm levado à recessão e ao desemprego.

Tendo liderado o golpe contra a democracia que levou Temer à Presidência, agora o PSDB pressiona o governo para acelerar o desmonte do Estado de bem-estar social, com a retirada de direitos previdenciários, econômicos e trabalhistas, o golpe contra o povo.

A interpretação precisa do movimento do PSDB é o adiamento do seu golpe contra Temer, para aprofundar o golpe contra o povo. É, o PSDB, uma vez golpista, sempre golpista.

Brasília, 5 de dezembro de 2016

Afonso Florence (BA), líder da Bancada do PT na Câmara

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247