PSDB não vê Geddel como oposição e descarta apoio

"A oposição precisa juntar primeiro quem é oposição nos dois planos para depois buscar nomes. Os outros são nomes híbridos, que são oposição aqui, mas não são lá (em nível nacional) e o eleitor não gosta dessas coisas", afirma o vice-presidente nacional do PSDB, ex-deputado João Almeida

PSDB não vê Geddel como oposição e descarta apoio
PSDB não vê Geddel como oposição e descarta apoio (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Apenas um dia após a repercussão de que os partidos de oposição estariam com intenção de lançar chapa única encabeçada pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) ao governo do estado, o PSDB põe por terra a possibilidade.

"Eu acho que para termos viabilidade na disputa é preciso que comecemos logo a trabalhar, pois não temos nomes. ACM Neto é forte, mas definitivamente não vai (ser candidato). José Ronaldo (prefeito de Feira de Santana) também é forte, mas não tem interesse. Os outros são nomes híbridos, que são oposição aqui, mas não são lá (em nível nacional) e o eleitor não gosta dessas coisas", afirma o vice-presidente nacional do PSDB, ex-deputado João Almeida.

No rol das especulações estão os nomes do próprio João e do deputado Antônio Imbassahy (um dos ex-prefeitos mais bem avaliados da história de Salvador até então).

Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, categoricamente, João Almeida diz que a oposição ainda não tem nomes, descartando, assim, o de Geddel. "A oposição precisa juntar primeiro quem é oposição nos dois planos para depois buscar nomes", completa o tucano.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email