PT Ceará considera estratégico ter chapa própria proporcional nas eleições de 2018

O presidente do Partido dos Trabalhadores no Ceará, Fco. de Assis Diniz, reafirmou que para o PT não é tático é estratégico, ter chapa própria nas eleições proporcionais de 2018, para eleger o maior número possível de deputados. Para De Assis, diante da conjuntura imprevisível, é estratégico ter várias candidaturas que posam fazer a defesa do partido e do presidente Lula e reforçar as bancadas federal e estadual. Hoje a direção estadual divulgou Nota Oficial sobre a posição do PT Ceará sobre a estratégia eleitoral

O presidente do Partido dos Trabalhadores no Ceará, Fco. de Assis Diniz, reafirmou que para o PT não é tático é estratégico, ter chapa própria nas eleições proporcionais de 2018, para eleger o maior número possível de deputados. Para De Assis, diante da conjuntura imprevisível, é estratégico ter várias candidaturas que posam fazer a defesa do partido e do presidente Lula e reforçar as bancadas federal e estadual. Hoje a direção estadual divulgou Nota Oficial sobre a posição do PT Ceará sobre a estratégia eleitoral
O presidente do Partido dos Trabalhadores no Ceará, Fco. de Assis Diniz, reafirmou que para o PT não é tático é estratégico, ter chapa própria nas eleições proporcionais de 2018, para eleger o maior número possível de deputados. Para De Assis, diante da conjuntura imprevisível, é estratégico ter várias candidaturas que posam fazer a defesa do partido e do presidente Lula e reforçar as bancadas federal e estadual. Hoje a direção estadual divulgou Nota Oficial sobre a posição do PT Ceará sobre a estratégia eleitoral (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - O presidente do Partido dos Trabalhadores no Ceará, Fco. de Assis Diniz, reafirmou que para o PT não é tático é estratégico, ter chapa própria nas eleições proporcionais de 2018. 

"Nós vamos trabalhar a construção da chapa própria, seja para deputado estadual, seja para federal. Sair em um bloco pode prejudicar a representação parlamentar do partido, além de ser estratégico ter várias candidaturas do PT que posam fazer a defesa do partido e do presidente Lula. Isso só é possível com uma chapa própria, afirmou ao Ceará 247. 

Ele argumenta ainda que a conjuntura daqui a e seis meses é imprevisível. " É muito difícil você dizer o que vai acontecer daqui a um ano com o PT, com o Lula. Por isso, não é tático, é estratégico. Também temos que ter uma bancada forte e que dê voz aos diversos setores dos movimentos sociais e populares".

Na avaliação de De Assis, uma aliança só seria possível e, um "blocão" único com todos os mais de 20 partidos que apoiam a reeleição do governador Camilo Santana e ressaltou que o compromisso do governador é reforçar o PT e ampliar as bancadas estadual e federal".

De Assis disse ainda que a decisão final é do Encontro Estadual do partido, previsto para o final de maio ou início de junho. "Qualquer coisa que for publicado agora na imprensa, é especulação. Estamos trabalhando para viabilizar a chapa própria, trazendo novos filiados e novas candidaturas de lideranças". 

Hoje a direção estadual divulgou Nota Oficial sobre a posição do PT Ceará sobre a estratégia eleitoral.

NOTA PT CEARÁ SOBRE ELEIÇÕES 2018

De acordo com a Resolução sobre eleições parlamentares de 2018, a direção do PT Ceará decidiu construir chapa própria para disputar às bancadas de Deputados Estadual e Federal no Ceará. Estamos trabalhando e a nossa decisão será homologada no Encontro Estadual de Tática Eleitoral. Portanto, é decisão da direção do PT Ceará sair só nas eleições proporcionais.

De Assis Diniz, presidente do PT Ceará

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247