PT e PCdoB anunciam aliança no RS com candidatura de Abigail ao Senado

O PT e o PCdoB confirmaram que, assim como na eleição para a Presidência da República, estão coligados na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul, informa o site Sul21; de acordo com o presidente estadual do PT, Pepe Vargas, a decisão já foi tomada; a comunista Abigail Pereira, que concorreria ao governo pelo seu partido, irá tentar uma vaga em Brasília ao lado de Paulo Paim, substituindo Cleonice Back, que agora será a primeira suplente do senador petista

PT e PCdoB anunciam aliança no RS com candidatura de Abigail ao Senado
PT e PCdoB anunciam aliança no RS com candidatura de Abigail ao Senado

247 - O PT e o PCdoB confirmaram que, assim como na eleição para a Presidência da República, estão coligados na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul, informa o site Sul21. De acordo com o presidente estadual do PT, Pepe Vargas, a decisão já foi tomada. O acordo não mudará a chapa ao governo, que permanece com Miguel Rosetto e Ana Affonso. A alteração ocorre na disputa pelo Senado. A comunista Abigail Pereira, que concorreria ao governo pelo seu partido, irá tentar uma vaga em Brasília ao lado de Paulo Paim, substituindo Cleonice Back, que agora será a primeira suplente do senador petista.

"Na coletiva, da qual participaram o presidente estadual do PCdoB, Adalberto Frasson, Rossetto, Abigail, Ana Affonso e Cleonice Back, Pepe Vargas comunicou que a decisão de os partidos unirem forças no Estado foi tomada após acordo nacional fechado no final da noite de domingo. “Temos uma base programática em comum, que vem sendo praticada no dia a dia do nosso povo. Estamos juntos nos movimentos sociais, juntos contra a reforma da Previdência, juntos contra o Regime de Recuperação Fiscal, bem como no Congresso Federal e na Assembleia Legislativa”, disse o presidente do PT. Pepe ainda destacou que os dois partidos estão finalizando um programa de governo conjunto para o Rio Grande do Sul e, nos próximos dias, devem fazer um evento para o lançamento oficial da chapa.

O presidente estadual do PCdoB afirmou que, desde o início, o partido defendeu a construção de candidaturas de unidade para derrotar os “desgovernos Temer e Sartori”. “Gostaríamos que mais forças do nosso campo estivessem com a gente, mas Lula e Manuela é a unidade possível”, completou. Candidata ao Senado em 2010, quando fez cerca de 1,5 milhão de votos, e candidata à vice-governadora em 2014, Abigail agradeceu Cleonice por abrir mão da vaga para permitir a aliança e destacou que tinha apresentado seu nome ao governo do Estado em um processo de defesa do desenvolvimento social e econômico como saída para a crise do Rio Grande do Sul."

Leia mais aqui

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247