PT e PMDB se reúnem, mas candidato só sai em 2014

Líderes do PT estiveram no diretório do PMDB para encontro que falou da eleição estadual. Ficou definido que o candidato da aliança oposicionista ao governo do Estado só será definido a partir de março de 2014. "Nós temos que trabalhar para unir a oposição em Goiás. Não há uma definição pré concebida", disse o presidente do PT em Goiás, Valdi Camarcio (na foto), numa espécie de recado a Iris. As ações do PT nos bastidores se intensificaram depois que Iris Rezende afirmou que não pode fugir do pleito de 2014

PT e PMDB se reúnem, mas candidato só sai em 2014
PT e PMDB se reúnem, mas candidato só sai em 2014
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ Membros da cúpula do PT visitaram nesta quinta-feira o diretório do PMDB na Capital e após cerca de três horas de conversa ficou definido que o candidato da aliança ao governo do Estado só será decidido a partir de março de 2014.

Os partidos reforçaram que estão unidos e que vão afinar o discurso oposicionista contra o governador Marconi Perillo (PSDB). "Nós temos que trabalhar para unir a oposição em Goiás. Não há uma definição pré concebida. A partir de março vamos definir o nome", disse o presidente do PT em Goiás, Valdi Camarcio em entrevista à rádio CBN Goiânia.

No fundo e nas internas, o PMDB faz questão de dizer que a cabeça de chapa é do partido e que o PT pode no máximo emplacar o vice. Mas, desde 2012 os petistas rebatem nos bastidores que não é bem assim. Este acordo não existiria e o nome será definido em consenso com a base da oposição.

O grande nome do PMDB ainda é Iris Rezende, como mostram as pesquisas. Do lado do PT, o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT) já esteve mais forte e hoje o mais cotado é o prefeito de Anápolis, Antônio Gomide. Paulo obteve desempenho ruim na pesquisa Serpes/O Popular e sua gestão em Goiânia ainda não deslanchou - tem problemas graves na saúde da cidade.

Gomide tem aprovação de quase 90% em Anápolis, mas tem o desafio de ser um desconhecido em todo o Estado. No meio desse páreo tem ainda José Batista Júnior. O mais novo peemedebistas chegou chegando no partido de Iris, mas a pesquisa Serpes lhe deu uma rasteira. O que fez com que Iris ressurgisse. O velho cacique peemedebistas já afirmou no mês passado que não pode fugir do pleito de 2014. Resta saber se o PT vai aceitar.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247