PT fecha com Pimentel e preocupa tucanos

Depois de seis anos dividido, partido deve se unificar em torno do nome do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio na disputa pelo governo do Estado; definição deixa PSDB em estado de alerta, já que até agora os quatro nomes que se apresentaram no ninho não convenceram a militância, que precisa defender o legado de 12 anos de poder de Aécio

A nova pol�tica industrial do pa�s  lan�ada  em cerim�nia comandada pela presidenta Dilma Rousseff, no Pal�cio do Planalto (Sal�o Nobre). Participam ministros, empres�rios e parlamentares. Com o nome oficial de Plano Brasil Maior, o pacote de medidas tem
A nova pol�tica industrial do pa�s lan�ada em cerim�nia comandada pela presidenta Dilma Rousseff, no Pal�cio do Planalto (Sal�o Nobre). Participam ministros, empres�rios e parlamentares. Com o nome oficial de Plano Brasil Maior, o pacote de medidas tem (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas247_ O PT mineiro finalmente foi pacificado com a unidade em torno da candidatura do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, ao governo do Estado. É a primeira demonstração de união em seis anos, já que os três candidatos a presidente estadual da legenda apoiam as pretensões do ministro.

Segundo notícia da Folha de S. Paulo, o entendimento preocupa o PSDB do senador Aécio Neves, que tem ao menos quatro nomes para concorrer contra o petista, mas nenhum até agora o convenceu.

O PSDB tem o desgaste de defender 12 anos de gestão em Minas, enquanto o PT tenta unificar o discurso e aponta possibilidades reais de conquistar pela primeira vez o poder no Estado. "Acho que é hora de Minas conhecer um modelo de desenvolvimento com justiça social, mas quem vai liderar isso vamos saber no ano que vem", disse Pimentel à folha.

Se há unidade em torno de Pimentel, o mesmo não se pode dizer em relação ao partido. A disputa deve ser renhida entre as alas de Pimentel (que apoia o deputado Odair Cunha) e dos ex-ministros Patrus e Luiz Dulci (que defendem Gleide Andrade).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email