CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Queda de braço: PT e PMDB disputam órgão em MG

O Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra) em Minas Gerais está sendo motivo de uma queda de braço entre o PT e o PMDB; os petistas já apresentaram um nome, mas Associação dos Servidores do órgão e o PMDB estão impedindo a concretização dessa nomeação

Imagem Thumbnail
O Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra) em Minas Gerais está sendo motivo de uma queda de braço entre o PT e o PMDB; os petistas já apresentaram um nome, mas Associação dos Servidores do órgão e o PMDB estão impedindo a concretização dessa nomeação (Foto: Voney Malta)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Minas 247 – O PT e o PMDB travam uma verdadeira queda de braço pelo Instituto Nacional de Colonização Agrária (Incra) em Minas Gerais. Os dois partidos querem indicar o superintendente. Os petistas já apresentaram um nome que tem o apoio dos movimentos rurais. No entanto, a Associação dos Servidores do órgão e o PMDB estão impedindo a concretização da nomeação.

Durante um encontro com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rosseto, em Belo Horizonte, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) cobrou a nomeação. Rosseto teria prometido uma definição rápida. Para o MST a demora prejudica a atuação do instituto e a política de reforma agrária, assim como o apoio ao trabalhador rural em Minas Gerais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O nome indicado pelo PT mineiro e conta com o apoio dos movimentos dos trabalhadores é o de Gilson Souza. Ele foi o superintende na época do governo Lula. Gilson é filiado ao PT e ligado ao deputado federal Leonardo Monteiro. O problema é que ele desagrada a bancada ruralista na Câmara dos Deputados por ter ligações com o MST. A Associação dos Servidores do Incra (Assincra) em Minas Gerais também é contrária ao nome dele.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO