Queda no FPM deixa prefeituras em crise

O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA-AL), Marcelo Beltrão (PTB), em reunião na sede da entidade anunciou que a receita do FPM de abril de 2013 está menor que a de abril de 2011. Um encontro marcado para acontecer nesta terça-feira (30), às 10h, na sede da AMA, vai reunir presidentes de associações de municípios de todo o Nordeste, quando será discutida a crise pela qual passa as prefeituras e também os problemas trazidos pela estiagem.

Queda no FPM deixa prefeituras em crise
Queda no FPM deixa prefeituras em crise

Alagoas247 - O presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Marcelo Beltrão (PTB), afirmou, nesta segunda-feira (29), que não é possível mensurar o tamanho da crise nas prefeituras alagoanas, provocadas pela queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e pela estiagem prolongada. Segundo ele, o déficit é imenso e é preciso apertar os cintos. 

 “A crise existe e precisamos apertar os cintos, dar as mãos para que essa perda da receita seja compensada de alguma forma”, afirmou o prefeito, destacando que a receita do FPM de abril de 2013 está menor que a de abril de 2011. 

Sobre a seca, o presidente da AMA destacou que as prefeituras alagoanas vão trabalhar para serem autônomas em relação ao problema. “Precisamos que os problemas causados pela seca e os efeitos provocados pela estiagem sejam resolvidos diretamente pelas prefeituras para que as soluções venham de forma mais rápida”, falou. 

Um encontro marcado para acontecer nesta terça-feira (30), às 10h, na sede da AMA, vai reunir presidentes de associações de municípios de todo o Nordeste, quando será discutida a crise pela qual passa as prefeituras e também os problemas trazidos pela estiagem. 

Nesta segunda-feira (29), uma reunião na sede da associação abordou os investimentos que estão sendo feitos pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), voltados para a melhoria do abastecimento nos municípios alagoanos, e os procedimentos necessários para a concessão de licenciamentos ambientais. 

De acordo com o diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente (IMA), Adriano Augusto, é grande o número de prefeituras que não cumprem todos os procedimentos necessários para a instalação de um empreendimento. “São muitos os casos de documentações incompletas que chegam até nós. O que existe é falta de conhecimento”, afirmou. 

Analistas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) também afirmaram, durante a reunião desta segunda-feira, que o tribunal está firmando, junto às prefeituras, um convênio que visa formalizar as cessões dos servidores municipais ao TRE.

 Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247