“Queremos a penalização dos que estão envolvidos”, diz Dr.Vicente

“Como não aconteceu antes no governo do FHC, atualmente está se mandando apurar e por isso os casos de corrupção estão vindo à tona”, declarou o vereador Dr. Vicente (PT), em sessão na Câmara Municipal nesta terça-feira (15). O parlamentar defendeu a postura do Governo Federal e comentou também as manifestações a favor do impeachment que ocorreram no fim de semana

“Como não aconteceu antes no governo do FHC, atualmente está se mandando apurar e por isso os casos de corrupção estão vindo à tona”, declarou o vereador Dr. Vicente (PT), em sessão na Câmara Municipal nesta terça-feira (15). O parlamentar defendeu a postura do Governo Federal e comentou também as manifestações a favor do impeachment que ocorreram no fim de semana
“Como não aconteceu antes no governo do FHC, atualmente está se mandando apurar e por isso os casos de corrupção estão vindo à tona”, declarou o vereador Dr. Vicente (PT), em sessão na Câmara Municipal nesta terça-feira (15). O parlamentar defendeu a postura do Governo Federal e comentou também as manifestações a favor do impeachment que ocorreram no fim de semana (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - O vereador Dr. Vicente (PT) repercutiu os desdobramentos da crise política e econômica no País e defendeu a postura do Governo Federal em pronunciamento nesta terça-feira (15), na Câmara Municipal. Segundo o parlamentar, o governo da presidente Dilma, deu liberdade para que a Polícia Federal e o Ministério Público, pudessem apurar e investigar os casos de corrupção.

“Como não aconteceu antes no governo do FHC, atualmente está se mandando apurar e por isso os casos de corrupção estão vindo à tona. Nós do PT somos contra a corrupção, e queremos a penalização daqueles políticos que estão envolvidos, até mesmo dos que fazem parte do partido dos trabalhadores, prova disso é que um senador do PT foi preso”, ressaltou.

O vereador ainda teceu considerações sobre a manifestação realizada no dia 13. “A manifestação não teve uma grande participação, o que mostra que a população, mesmo estando insatisfeita com o governo Dilma, não quer o Impeachment da presidente”, frisou. O parlamentar ainda convocou para o movimento contra o Golpe, que será realizado amanhã, às 14, na praça da Faculdade de Direito da UFC.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email