Reale denuncia acordão para salvar Aécio

Co-autor da peça jurídica das "pedaladas fiscais", que justificou o golpe parlamentar contra a presidente Dilma Rousseff, o advogado Miguel Reale Júnior, que se desfiliou do PSDB, denuncia um acordão para salvar o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), que será denunciado por propinas de R$ 2 milhões; "Não posso ficar em um partido com tamanha incoerência e tamanha fragilidade ética", disse ele

Reale denuncia acordão para salvar Aécio
Reale denuncia acordão para salvar Aécio (Foto: José Cruz)

247 – Co-autor da peça jurídica das "pedaladas fiscais", que justificou o golpe parlamentar contra a presidente Dilma Rousseff, o advogado Miguel Reale Júnior, que se desfiliou do PSDB, denuncia um acordão para salvar o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), que será denunciado por propinas de R$ 2 milhões.

Para ele, o PSDB traiu suas origens e a militância ao colocar-se como fiador de um governo envolvido em "fatos notórios de corrupção" para salvar o mandato de Aécio Neves no Conselho de Ética.

"Não posso ficar em um partido com tamanha incoerência e tamanha fragilidade ética", disse ao jornal Valor.

 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247