Rebaixamento pode causar desmanche no elenco do Vasco

O Vasco joga no próximo domingo, às 17h (de Brasília), contra o Coritiba no Estádio Couto Pereira; Para permanecer na Série A o time carioca precisa vencer seu jogo e ainda torcer para que o Avaí e o Figueirense não alcancem a vitória contra Corinthians e Fluminense, respectivamente

O Vasco joga no próximo domingo, às 17h (de Brasília), contra o Coritiba no Estádio Couto Pereira; Para permanecer na Série A o time carioca precisa vencer seu jogo e ainda torcer para que o Avaí e o Figueirense não alcancem a vitória contra Corinthians e Fluminense, respectivamente
O Vasco joga no próximo domingo, às 17h (de Brasília), contra o Coritiba no Estádio Couto Pereira; Para permanecer na Série A o time carioca precisa vencer seu jogo e ainda torcer para que o Avaí e o Figueirense não alcancem a vitória contra Corinthians e Fluminense, respectivamente (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal do Brasil - O Vasco mostrou um grande poder de reação na reta final do Campeonato Brasileiro, a ponto de chegar à última rodada ainda com chances matemáticas de evitar o rebaixamento para a Série B. Porém, mesmo com o elenco dando demonstrações de melhora, dificilmente a atual base será mantida no caso de uma eventual queda.

Isso porque a perda de receita com o rebaixamento é muito grande, apesar de as cotas de televisão serem mantidas no primeiro ano. Além de enfrentar uma competição bem menos valorizada que a elite do Brasileiro, o Vasco perderia visibilidade e poder de negociação com seus patrocinadores. O fato vem sendo tratado com preocupação pela diretoria, que ainda não se posiciona.

Por conta disso, caso o rebaixamento ocorra, é provável que o clube perca alguns de seus medalhões. Casos do goleiro uruguaio Martin Silva, dos volantes Pablo Guiñazu, Diguinho e Serginho, do meia Andrezinho e dos atacantes Herrera e Jorge Henrique. Já o meia Nenê, está muito valorizado, tem sondagens de Atlético-MG e Palmeiras, ambos que irão disputar a Copa Libertadores do próximo ano e dificilmente o Cruz-Maltino vai conseguir manter o atleta. Outro com malas prontas é o atacante Rafael Silva, com contrato até o fim do ano, ele tem uma proposta do futebol dos Emirados Árabes Unidos. A transação está bem encaminhada.

Alguns jogadores, porém, adotam uma postura mais corajosa e garantem o desejo de permanecerem independentemente do que acontecer na rodada final. “Eu tenho contrato até maio, mas posso garantir que o meu pensamento é permanecer no Vasco independentemente do que acontecer no próximo domingo. Fui muito bem recebido no clube, me adaptei rapidamente e sei que a torcida gosta do meu trabalho. O meu desejo é permanecer, mas o momento não é de pensar no futuro e sim trabalhar para que a última rodada termine bem para a nossa equipe”, disse o lateral-esquerdo Julio Cesar.

Outro nome certo para 2016, independentemente do que acontecer no domingo, é o zagueiro Rodrigo, que renovou contrato por mais duas temporadas e já disse que vai encerrar carreira no clube carioca.

O Vasco joga no próximo domingo, às 17h (de Brasília), contra o Coritiba no Estádio Couto Pereira. Para permanecer na Série A o time carioca precisa vencer seu jogo e ainda torcer para que o Avaí e o Figueirense não alcancem a vitória contra Corinthians e Fluminense, respectivamente.

Como o técnico Jorginho não tem permitido o acesso da imprensa aos treinos, a escalação só deverá ser divulgada minutos antes do confronto. O meia Andrezinho, advertido com o terceiro cartão amarelo na vitória de 1 a 0 sobre o Santos, fica de fora e vai cumprir suspensão. Para o seu lugar, o volante Bruno Gallo e o meia paraguaio Julio dos Santos disputam posição. Certo é o retorno do zagueiro Luan, suspenso contra o Santos e que deverá reaparecer na vaga de Rafael Vaz, compondo o setor com Rodrigo. Nesta sexta-feira, o elenco treina na parte da tarde em São Januário.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247