Rebelião na Funase deixa 2 adolescentes mortos e outros 34 foragidos

Dois adolescentes morreram e 34 fugiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Abreu e Lima, na região metropolitana do Recife, depois de rebelião ocorrida na madrugada desta segunda-feira (5); internos tentaram provocar um incêndio de baixa proporção no interior da unidade e depois fugiram por um buraco no muro; Funase ainda não informou a causa da morte dos dois adolescentes; Case de Abreu e Lima tem capacidade para 98 internos, mas abrigava 174 infratores

Dois adolescentes morreram e 34 fugiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Abreu e Lima, na região metropolitana do Recife, depois de rebelião ocorrida na madrugada desta segunda-feira (5); internos tentaram provocar um incêndio de baixa proporção no interior da unidade e depois fugiram por um buraco no muro; Funase ainda não informou a causa da morte dos dois adolescentes; Case de Abreu e Lima tem capacidade para 98 internos, mas abrigava 174 infratores
Dois adolescentes morreram e 34 fugiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Abreu e Lima, na região metropolitana do Recife, depois de rebelião ocorrida na madrugada desta segunda-feira (5); internos tentaram provocar um incêndio de baixa proporção no interior da unidade e depois fugiram por um buraco no muro; Funase ainda não informou a causa da morte dos dois adolescentes; Case de Abreu e Lima tem capacidade para 98 internos, mas abrigava 174 infratores (Foto: Paulo Emílio)

Sumaia Villela, correspondente da Agência Brasil - Dois adolescentes morreram e 34 fugiram do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) em Abreu e Lima, na região metropolitana do Recife, depois de rebelião ocorrida na madrugada de hoje (5). A unidade recebe jovens menores de 18 anos que cometeram algum tipo de crime e foram condenados.

O Case integra a estrutura da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase). Em nota, a instituição disse que a rebelião começou por volta da 1h desta segunda-feira. Os internos tentaram provocar um incêndio de baixa proporção no interior da unidade. Depois, fugiram por um buraco no muro em um ponto próximo à guarita de segurança.

Policiais militares do Grupamento de Apoio Tático Itinerante (Gati) e da Rádio Patrulha, além de um helicóptero da Secretaria de Defesa Social e o Corpo de Bombeiros, atuaram na ocorrência. A rebelião foi contida com a chegada do Batalhão de Choque da PM. Os corpos das vítimas já foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML). A Funase ainda não informou a causa da morte dos dois adolescentes.

Em nota, a fundação diz que abriu uma sindicância para apurar as causas e responsabilidades pela fuga e pelas mortes, e que fornecerá acompanhamento psicológico e social às famílias das vítimas e também arcará com os custos dos funerais.

Atualmente o Case de Abreu e Lima está superlotado: tem capacidade para 98 internos, mas abrigava 174 infratores antes da rebelião. Há informação de que oito dos 34 adolescentes foram recapturados pela Polícia Militar (PM), mas a corporação ainda não confirma.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247