Recife ganha plano de segurança municipal

Prefeitura do Recife (PCR) investirá R$ 50 milhões até dezembro deste ano em ações do programa Pacto Pela Vida, que objetiva diminuir a criminalidade na capital pernambucana; a meta é reduzir em 12% ao ano o índice de assassinatos letais intencionais na cidade; as medidas serão focadas em 13 bairros, onde se concentram 42% dos homicídios; o programa é semelhante ao do Governo do Estado, que tem o mesmo nome, lançado pelo governador Eduardo Campos no início do mandato

Recife ganha plano de segurança municipal
Recife ganha plano de segurança municipal

PE247 – A Prefeitura do Recife (PCR) investirá R$ 50 milhões até dezembro deste ano em ações do programa Pacto Pela Vida, que objetiva diminuir a criminalidade na capital pernambucana. A meta é reduzir em 12% ao ano o índice de assassinatos letais intencionais na cidade. As medidas serão focadas em 13 bairros, onde se concentram 42% dos homicídios. Para elaborar o Plano de Segurança Pública municipal, a PCR ouviu 575 pessoas em uma Consulta Pública e contou, ainda, com 300 propostas recolhidas pela Internet. “Esta é a primeira política pública de segurança entre todas as capitais do País. Já tem ações concretas descritas com o que vai ser feito por cada secretaria”, afirmou o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB). O programa é semelhante ao do Governo do Estado, lançado pelo governador Eduardo Campos no início do mandato.

O projeto prevê a construção de cinco Centros Comunitários da Paz (Compaz), aumento do efetivo da guarda municipal, criação de um centro integrado de comando e controle do Recife, iluminação de áreas públicas e requalificação de áreas voltadas para o lazer. Além disso, outro objetivo é instalar 400 câmeras de videomonitoramento.

Atualmente, há 586 equipamentos desta natureza – 542 do Governo Estadual e 44 da Companhia de Transporte e Trânsito Urbano (CTTU). Para o começo dos trabalhos no que diz respeito à implantação do circuito de vigilância eletrônica, a prefeitura licitou 40 câmeras e, em até oito dias, licitará outras 60.

Segundo o Executivo municipal, o Pacto pela Vida está divido em quatro eixos: prevenção, controle urbano, recuperação de situação de risco e participação popular. Cada eixo terá uma câmara de monitoramento para acompanhar as ações do Executivo municipal. Além disso, conforme o projeto, uma vez por mês, o prefeito Geraldo Júlio (PSB) coordenará um balancete geral das ações.

De acordo com o prefeito, o papel da prefeitura será focado no combate indireto à violência, com medidas de caráter preventivo e de inclusão social. “O papel da prefeitura no combate à violência é o de melhorar o espaço urbano, com mais educação, mais saúde, mais iluminação, cuidado com as ruas, práticas de cultura como esporte e lazer. Então, é importante que todas as secretarias possam atuar”, frisou

No primeiro semestre deste ano, foram registrados 249 homicídios no Recife ante 320 no mesmo período de 2012. Já em todo o ano passado, ocorreram 598 assassinatos na capital pernambucana, enquanto que, segundo as previsões da Secretaria de Segurança Urbana da prefeitura, 2013 deve fechar com menos de 500 mortes.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247