Recife poderá sediar simpósio LGBT

Tido como um dos principais destinos gays do Brasil e dono da maior delegao na Conveno anual de IGLTA, o Recife poder receber os maiores eventos de discusso do segmento

Recife poderá sediar simpósio LGBT
Recife poderá sediar simpósio LGBT (Foto: Elza Fiúza/ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Beatriz Braga _ PE247 - Pernambuco “está” todo colorido, pelo menos se depender das bandeiras de orgulho gay levantadas pela maior delegação, entre todos os Estados, na 9ª Convenção Anual Global da IGLTA (International Gay and Lesbian Travel Association). O evento aconteceu de 12 a 14 de abril, em Santa Catarina, no Sul. A expectativa, agora, é que a capital pernambucana seja a próxima sede do simpósio da IGLTA e, quem sabe, possa ganhar espaço para receber a Convenção de 2016.

No evento, os representantes pernambucanos, em parceria com o Recife Convention & Visitors Bureau, a Secretaria de Turismo do Recife e a Empetur, fizeram uma apresentação temática da cidade. Os participantes conheceram um cardápio bem nordestino, com direito a baião de dois, escondidinho de charque e bolo de rolo.

Houve ainda apresentação de frevo e caboclinho e fotografia instantânea, onde os visitantes tiraram fotos com imagens do Recife, Olinda, Porto de Galinhas e Fernando de Noronha.

Recife também participará do ciclo de reuniões com os outros seis destinos mais atraentes do turismo LGBT no Brasil. Além da cidade pernambucana, integram a equipe São Paulo, Rio de Janeiro, Maceió, Bento Gonçalves, Salvador e Florianópolis.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email