Rede de Marina registra 1º diretório estadual

Sigla que a ex-senadora tenta criar já foi oficializada no Rio Grande do Sul. Para concorrer em 2014 à Presidência, partido precisa estar registrado em ao menos outros oito Estados e também validar 492 mil assinaturas de apoio

Sigla que a ex-senadora tenta criar já foi oficializada no Rio Grande do Sul. Para concorrer em 2014 à Presidência, partido precisa estar registrado em ao menos outros oito Estados e também validar 492 mil assinaturas de apoio
Sigla que a ex-senadora tenta criar já foi oficializada no Rio Grande do Sul. Para concorrer em 2014 à Presidência, partido precisa estar registrado em ao menos outros oito Estados e também validar 492 mil assinaturas de apoio (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Rede Sustentabilidade, sigla que a ex-senadora Marina Silva tenta criar para disputar a Presidência em 2014, conseguiu ontem o registro de seu primeiro diretório estadual, no Rio Grande do Sul.

Para sair de fato do papel, o partido precisa estar registrado em menos outros oito Estados.

O grupo precisa também validar 492 mil assinaturas de apoio.

Segundo o último balanço divulgado na semana passada, cerca de 250 mil fichas haviam sido certificadas. A Rede já deu entrada no pedido em 14 tribunais regionais.

A presidenciável, que figura em segundo lugar nas últimas pesquisas de intenção de voto, culpa a burocracia dos cartórios pelo atraso e pediu ao TSE agilidade no processo.

No entanto, a Justiça Eleitoral abriu investigação contra indícios de fraudes em pelos menos cinco cartórios no Estado de São Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email