Renan diz que avanço na segurança motivou acordo

O governador Renan Filho (PMDB) já dá como definitivo o acordo de reajuste salarial com os policiais militares e bombeiros; ele revelou que avanços na segurança motivaram a negociação com a categoria; "Vamos cumprir o aumento salarial dado pelo governo anterior de acordo com o calendário que firmamos. Além disso, fizemos uma proposta para anualmente incluí-los no aumento dos servidores. Esse ano com os 5% e nos próximos anos com os percentuais que foram acertados. Isso é o que a categoria desejava", garantiu o governador.

O governador Renan Filho (PMDB) já dá como definitivo o acordo de reajuste salarial com os policiais militares e bombeiros; ele revelou que avanços na segurança motivaram a negociação com a categoria; "Vamos cumprir o aumento salarial dado pelo governo anterior de acordo com o calendário que firmamos. Além disso, fizemos uma proposta para anualmente incluí-los no aumento dos servidores. Esse ano com os 5% e nos próximos anos com os percentuais que foram acertados. Isso é o que a categoria desejava", garantiu o governador.
O governador Renan Filho (PMDB) já dá como definitivo o acordo de reajuste salarial com os policiais militares e bombeiros; ele revelou que avanços na segurança motivaram a negociação com a categoria; "Vamos cumprir o aumento salarial dado pelo governo anterior de acordo com o calendário que firmamos. Além disso, fizemos uma proposta para anualmente incluí-los no aumento dos servidores. Esse ano com os 5% e nos próximos anos com os percentuais que foram acertados. Isso é o que a categoria desejava", garantiu o governador. (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - O governador Renan Filho (PMDB) afirmou, nesta quinta-feira (2), ter entrado em acordo definitivo com policiais militares e bombeiros com relação ao reajuste salarial das categorias. Durante entrega de equipamentos ao Corpo de Bombeiros, ele ressaltou que, fora o aumento acordado no governo passado, a classe militar ainda terá direito aos 5% definidos para os demais servidores. Renan Filho revelou que avanços na segurança motivaram a negociação com a categoria. 

"Vamos cumprir o aumento salarial dado pelo governo anterior de acordo com o calendário que firmamos. Além disso, fizemos uma proposta para anualmente incluí-los no aumento dos servidores. Esse ano com os 5% e nos próximos anos com os percentuais que foram acertados. Isso é o que a categoria desejava", garantiu o governador.

Renan Filho afirmou que o acordo só foi possível porque as forças de segurança "estão atingindo os objetivos que a população espera". E que a proposta de aumento anual, geralmente de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - (IPCA), era uma demanda dos miliares.

"Isso foi para que possamos tratar servidores de uma forma geral, como eles mesmos estavam demandando", expôs. "As associações têm sido muito francas, tivemos uma conversa boa com a PM e os bombeiros, de forma honesta, direta, conversando com os representantes das categorias para que o governo atenda a essas duas premissas", reforça.

Segundo ele, o pagamento acertado com o governo anterior será feita de acordo com um calendário montado em conjunto pelas classes e pelo Poder Executivo. Além da parcela já paga em fevereiro, policiais militares e bombeiros ainda receberão mais uma prestação do reajuste, de 6%, agora em julho.

Já o aumento de 5% ficou para dezembro. "No próximo ano eles têm um aumento já contratado para janeiro, outro para abril e propusemos que, para eles, o aumento geral dos servidores seja dezembro. A partir de 2017, no mês de maio, data base dos servidores, faremos o aumento geral de todos. O Governo pede um esforço coletivo porque esses dois primeiros anos precisamos de um cronograma diferenciado", disse.

Maioridade penal

Durante a entrega de equipamentos, o governador também comentou as discussões quanto à redução da maioridade penal no Brasil. Ele destacou que a estrutura do sistema prisional brasileiro é deficitária, assim como a alagoana.

"O Estado é muito carente, nossas penitenciárias vivem uma situação de superlotação. Alagoas tem uma situação melhor que a média nacional e vamos entregar mil vagas novas nos próximos meses, mas a situação não é fácil. A decisão final disso é do Congresso Nacional. Vamos esperar o final da discussão".

Equipamentos

O Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas recebeu hoje três viaturas do tipo Auto Bomba Salvamento (ABS), quatro motossalvamentos aquáticos, duas torres de iluminação e 220 capacetes de proteção individual utilizados em incêndios. A instituição também realizou uma formatura como parte das atividades da II Semana do Bombeiro.

A solenidade também homenageou militares escolhidos pela tropa como bombeiros destaques nas áreas de salvamento aquático, atendimento pré-hospitalar, combate a incêndio e salvamento terrestre e em altura.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247