Renan e Jackson se unem em defesa do São Francisco

Em Penedo, depois de percorrer o Rio São Francisco, o governador Renan Filho (PMDB) anunciou a criação de um grupo de trabalho em defesa do Velho Chico; acompanhado do governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), Renan disse que a ideia é encontrar saídas para os problemas do rio, que vem diminuindo de vazão ao longo dos últimos anos; já Jackson Barreto criticou a visão dedicada à questão pelo Ministério das Minas e Energias, que estaria preocupado apenas com a geração de energia

Em Penedo, depois de percorrer o Rio São Francisco, o governador Renan Filho (PMDB) anunciou a criação de um grupo de trabalho em defesa do Velho Chico; acompanhado do governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), Renan disse que a ideia é encontrar saídas para os problemas do rio, que vem diminuindo de vazão ao longo dos últimos anos; já Jackson Barreto criticou a visão dedicada à questão pelo Ministério das Minas e Energias, que estaria preocupado apenas com a geração de energia
Em Penedo, depois de percorrer o Rio São Francisco, o governador Renan Filho (PMDB) anunciou a criação de um grupo de trabalho em defesa do Velho Chico; acompanhado do governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), Renan disse que a ideia é encontrar saídas para os problemas do rio, que vem diminuindo de vazão ao longo dos últimos anos; já Jackson Barreto criticou a visão dedicada à questão pelo Ministério das Minas e Energias, que estaria preocupado apenas com a geração de energia (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Depois de percorrer, pelo Rio São Francisco, diversas cidades ribeirinhas, o governador Renan Filho (PMDB) chegou nesta sexta-feira (15) a Penedo, onde anunciou a criação de um grupo de trabalho em defesa do Velho Chico. Ele foi acompanhado do governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB). 

Segundo Renan, a ideia é encontrar saídas para os problemas do rio, que vem diminuindo de vazão ao longo dos últimos anos. O chefe do Poder Executivo estadual afirmou que o foco inicial será voltado para os municípios do Baixo e, posteriormente, do Alto São Francisco.

"Vou assinar um decreto para criação de um grupo de trabalho que reunirá todos os projetos já executados para a revitalização, identificar as melhores saídas para que num curto espaço de tempo apresentemos uma visão científica e técnica do que pode ser feito para salvar o São Francisco. Há muitas propostas, precisamos consolidá-las". 

Renan Filho opinou que Alagoas e Sergipe vêm "pagando a conta" da geração de energia. "As águas são sobretudo para gerar energia, mas não podem ser só pra isso. Precisam gerar emprego, desenvolver socialmente essa região. Por isso, nos 200 anos de Alagoas, como primeiro ato, fizemos essa travessia", disse.

Chamada de "Na Rota dos 200 Anos", a viagem teve início em Piranhas e fez paradas em Pão de Açúcar, Traipu e Porto Real do Colégio. O governador apontou que pretende retomar o protagonismo econômico e social de um dos rios mais importantes do Nordeste e do Brasil.

"De 25 a 30 milhões de habitantes do país de alguma forma são influenciados pelo comportamento das águas do Velho Chico. O rio está secando e tive dificuldade de percorrer alguns trechos. Todos juntos precisamos cumprir nosso papel de revitalizar o São Francisco, um dos maiores patrimônios naturais desse país e que clama por socorro".

Em Penedo, o governador de Sergipe criticou a visão dedicada à questão pelo Ministério das Minas e Energias, que, na opinião de Jackson Barreto, estaria preocupado apenas com a geração de energia. Ele lembrou a crise de abastecimento vivida no estado vizinho.

"Eles esquecem que o ser humano precisa de água para sobreviver. Juntos vamos fazer uma força para dizer ao governo federal que estamos vivendo quase uma crise de desabastecimento, porque se não chover na cabeceira do rio ou no oeste baiano, essa vazão que foi agora diminuída para 550 metros cúbicos vai deixar Aracaju sem água".

Os dois chefes do Executivo foram recebidos pelo prefeito Marcius Beltrão e se reuniram na Casa da Aposentadoria para debater essas questões. Enquanto isso, alunos da Escola Pedro Reis, da cidade de Igreja Nova, fizeram protesto pelas ruas de Penedo para cobrar transporte escolar.

Os governadores da Bahia, Rui Costa, e de Pernambuco, Paulo Câmara, não participaram da viagem. Deputados estaduais e secretários participaram das atividades.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247