Renan Filho participa de abertura do ano legislativo

Presente no reinício do funcionamento da Assembleia Legislativa, o governador Renan Filho (PMDB) fez o discurso de abertura tratando sobre os efeitos da crise econômica, a integração entre os poderes e a promessa de que Alagoas será o estado que mais vai avançar no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb); “Nossas prioridades se mantêm as mesmas: saúde, educação e segurança. Entretanto, devemos criar novos mecanismos para melhorar a convivência com a seca”, disse Renan 

Presente no reinício do funcionamento da Assembleia Legislativa, o governador Renan Filho (PMDB) fez o discurso de abertura tratando sobre os efeitos da crise econômica, a integração entre os poderes e a promessa de que Alagoas será o estado que mais vai avançar no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb); “Nossas prioridades se mantêm as mesmas: saúde, educação e segurança. Entretanto, devemos criar novos mecanismos para melhorar a convivência com a seca”, disse Renan 
Presente no reinício do funcionamento da Assembleia Legislativa, o governador Renan Filho (PMDB) fez o discurso de abertura tratando sobre os efeitos da crise econômica, a integração entre os poderes e a promessa de que Alagoas será o estado que mais vai avançar no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb); “Nossas prioridades se mantêm as mesmas: saúde, educação e segurança. Entretanto, devemos criar novos mecanismos para melhorar a convivência com a seca”, disse Renan  (Foto: Voney Malta)

Por Cadu Epifânio/Agência Alagoas - A união de esforços em prol de uma Alagoas melhor foi o tom do discurso do governador Renan Filho durante a abertura do ano legislativo da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE-AL), nesta quarta-feira (15).

Na solenidade, que contou com a presença de parlamentares, imprensa e sociedade civil, Renan pontuou os efeitos da crise econômica que reflete diretamente entre os estados, com ressalvas para Alagoas que "tem enfrentado a crise de pé, com trabalho e integração com os demais Poderes". E também destacou que Alagoas será o estado que mais vai avançar no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb).

"Nossas prioridades se mantêm as mesmas: saúde, educação e segurança. Entretanto, devemos criar novos mecanismos para melhorar a convivência com a seca", sugeriu Renan Filho.

O governador recordou a atuação do Programa de Perfuração de Poços que, em 2017, espera entregar 400 poços para atenuar a agonia dos alagoanos. Em paralelo, o Canal do Sertão avança levando água para o quilômetro 115, estando a apenas seis quilômetros para chegar ao centro do município de Inhapi.

Adutoras como a do Alto Sertão, de Estrela de Alagoas e da Bacia Leiteira dão esperança de dias menos secos a grande parte dos sertanejos. Os avanços da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) também tiveram espaço no pronunciamento do chefe do Executivo. Não apenas o superávit, mas as obras de infraestrutura tocadas pela Companhia contam uma nova história da estatal.

Entre as prioridades governamentais, Renan Filho lembrou da nova saúde pública vigente, onde o alagoano conta com uma Nova Maternidade Santa Mônica, quatro Unidades de Pronto Atendimento em funcionamento e a construção da primeira Maternidade de Risco Habitual de Alagoas.

"No começo de 2018, pretendo entregar a maternidade para ofertar mil novos postos de trabalho na área de saúde", ressaltou o governador. Ele lembrou ainda do Hospital Metropolitano da Mulher, que será erguido na parte alta da capital, além dos Centros de Referência no interior e o Hospital Regional de Porto Calvo, para levar o serviço de saúde para perto do cidadão.

Para a educação, Renan Filho pontuou que mais de seis mil alunos estão iniciando o ano letivo com ensino em tempo integral, em 35 escolas. "Para 2018, teremos 10 mil alunos estudando em tempo integral", assegurou.

Ele concluiu falando sobre a construção dos Centros Integrados de Segurança (Cisp), que estão levando mais tranquilidade ao alagoano. Vinte centros serão inaugurados.
Renan Filho deixou claro que quer mudar a realidade do interior, ofertando mais sensação de segurança.

Para Maceió, duas delegacias – de Narcóticos e de Homicídios- serão concluídas e a Força Tarefa, que vai remunerar policiais em seu tempo de folga com mais de 68 viaturas. "A redução da violência é uma obsessão do Governo do Estado", destacou.

Renan Filho ainda utilizou a tribuna da Casa de Tavares Bastos para informar sobre as obras de mobilidade urbana. Os eixos viários, o viaduto da PRF e a duplicação da AL-101 Norte foram elencadas como prioritárias.

"Lembrando que nesta quarta-feira (15) autorizei o início da obra de duplicação da AL-220, da Barra de São Miguel à BR-101, em São Miguel dos Campos. Vou duplicar até Arapiraca", ressaltou o chefe do Executivo.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247