Renan: Meirelles "não vai passar do pré, pelas maldades com o povo”

Após o lançamento de Henrique Meirelles (MDB) como presidenciável, Renan Calheiros (MDB-AL) disse que candidatura vai rebaixar a sigla nos estados; para ele, “A consequência do governo Temer com relação ao partido é dramática. Nós perdemos aqui no Senado 15 senadores e na Câmara 15 deputados. Essa candidatura não vai passar do pré, pelas maldades que eles tem conseguido fazer com o povo brasileiro”; vídeo

Após o lançamento de Henrique Meirelles (MDB) como presidenciável, Renan Calheiros (MDB-AL) disse que candidatura vai rebaixar a sigla nos estados; para ele, “A consequência do governo Temer com relação ao partido é dramática. Nós perdemos aqui no Senado 15 senadores e na Câmara 15 deputados. Essa candidatura não vai passar do pré, pelas maldades que eles tem conseguido fazer com o povo brasileiro”; vídeo
Após o lançamento de Henrique Meirelles (MDB) como presidenciável, Renan Calheiros (MDB-AL) disse que candidatura vai rebaixar a sigla nos estados; para ele, “A consequência do governo Temer com relação ao partido é dramática. Nós perdemos aqui no Senado 15 senadores e na Câmara 15 deputados. Essa candidatura não vai passar do pré, pelas maldades que eles tem conseguido fazer com o povo brasileiro”; vídeo (Foto: Voney Malta)

Por Edivaldo  Júnior/Gazetaweb - Durante o lançamento da pré-candidatura de Henrique Meirelles para a presidência, nesta terça-feira, 22, em Brasília, o presidente do MDB, senador Romero Jucá falou sobre dissidências internas nos diretórios do partido em Alagoas, Ceará e Paraná, comandados pelos senadores Renan Calheiros, Eunício Oliveira e Roberto Requião, respectivamente e disse que as alianças estaduais estão “liberadas”.

Ao que parece, Jucá estava prevendo o que viria a seguir. Em discurso no Senado, o senador Renan Calheiros (MDB), repercutiu o nome lançado pelo MDB.

“O presidente da república hoje, que tinha 1% nas pesquisas, anunciou a retirada de sua candidatura e colocou no seu lugar o ex-ministro da Fazenda que levou o país nessa situação. Eu não acredito que o PMDB homologue uma candidatura como essa. Porque a candidatura do Meirelles vai rebaixar o PMDB em todo os estados”.

O senador divulgou trecho do discurso pelas redes sociais: “A consequência do governo do presidente Temer com relação ao nosso partido já é dramática. Nós perdemos aqui no Senado federal 15 senadores e perdemos na Câmara dos Deputados 15 deputados. Essa candidatura não vai passar do pré, pelas maldades que eles tem conseguido fazer com o povo brasileiro.

Veja vídeo abaixo:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247