Repasses do BNDES ao RS ultrapassam média nacional

Empréstimos aumentaram 134,1% no primeiro semestre do ano, em comparação com igual período de 2012. Ao todo foram destinados R$ 6,8 bilhões ao Estado. "Os números mostram o aquecimento da economia gaúcha. Depois de um ano em que a estiagem potencializou os efeitos negativos da crise mundial, as empresas do Rio Grande do Sul ampliaram investimentos", afirmou o secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), Mauro Knijnik

Repasses do BNDES ao RS ultrapassam média nacional
Repasses do BNDES ao RS ultrapassam média nacional
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Governo do Estado - Os repasses do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o Rio Grande do Sul aumentaram 134,1% no primeiro semestre do ano, em comparação com igual período de 2012. Ao todo foram destinados R$ 6,8 bilhões ao Estado, sendo R$ 1,6 bilhão aplicados pelos três bancos que formam o Sistema Financeiro Gaúcho (Badesul, Banrisul e BRDE).

A fatia destinada as três instituições também cresceu. Em 2011, era de 16,5%, passando, em 2012, para 20,83%. Este ano, respondeu por 23,6% dos repasses do BNDES ao Estado até o mês de junho. "Os números mostram o aquecimento da economia gaúcha. Depois de um ano em que a estiagem potencializou os efeitos negativos da crise mundial, as empresas do Rio Grande do Sul ampliaram investimentos", afirmou o secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI), Mauro Knijnik.

O ritmo de crescimento dos desembolsos do BNDES para o Rio Grande do Sul superam a média nacional. Segundo dados consolidados pelo banco, os R$ 54,4 bilhões aplicados no país no primeiro quadrimestre do ano (janeiro-abril) representaram 59,3% a mais do que o valor registrado no mesmo período de 2012. Comparados os mesmos quatro meses, os repasses para o Estado aumentaram 117%.

A região Sul, como um todo, ficou acima da média brasileira, com 87,8%, inferior ao crescimento gaúcho. Os três bancos que integram o Sistema de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul aplicaram 133% a mais neste período.

Do total repassado, Caxias do Sul despontou com o maior volume de recursos, em sintonia com os setores que mais demandaram crédito no período. Automotivo e implementos rodoviários e máquinas agrícolas se destacaram, como mostra o desempenho da linha BNDES Finame, com R$ 1,78 bilhão destinado ao Estado nos primeiros quatro meses de 2013. Os dois setores são considerados estratégicos na Política Industrial do Governo do Estado.

Porto Alegre ficou em segundo lugar no ranking dos municípios que sediam investimentos apoiados pelo BNDES, posição que tem revezado com Caxias nos últimos quatro anos. Canoas foi a terceira cidade mais beneficiada. O valor desembolsado no primeiro semestre deste ano supera também os montantes registrados em 2011 e 2010, de R$ 3,3 bilhões e R$ 3,7 bilhões, respectivamente.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247