Reta final esquenta Brasileirão e disputa deixa o campo

Polarizao entre Corinthians e Vasco esquenta o clima nas ltimas rodadas e at Eurico Miranda ressurge para cutucar os corintianos: A nica coisa que pode tirar o ttulo do Vasco a tabela

Reta final esquenta Brasileirão e disputa deixa o campo
Reta final esquenta Brasileirão e disputa deixa o campo (Foto: Felipe L. Gonçalves/Edição/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Palmeiras enfrenta o Vasco na noite desta quarta-feira ainda tentando escapar do risco de rebaixamento, mas em conflito com parte de sua torcida. Se conseguirem tirar pontos do clube de São Januário, os palmeirenses vão favorecer indiretamente o arqui-rival Corinthians, o que gera, desde a semana passada, muita discussão sobre a reta final do campeonato. De nada adiantou, aparentemente, a decisão da CBF de programar clássicos para as últimas rodadas, e até Eurico Miranda, o cartola vascaíno que andava sumido, voltou para reclamar de favorecimentos ao Corinthians.

"A única coisa que pode tirar o título do Vasco é a tabela", cravou o cartola -- hoje presidente do conselho de beneméritos do clube --, em entrevista ao jornalista Jorge Kajuru. Eurico, que garantiu que ninguém ama o Vasco mais do que ele, aproveitou para alfinetar o novo estádio do Corinthians. "Teve uma grande mutreta e agora o Corinthians vai ter estádio. Como se pode gastar um bilhão (de reais) para três ou quatro jogos?", questionou o ex-presidente do Vasco.

Eurico lembrou ainda que o ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva, um dos corintianos mais ilustres, torcia para o Vasco antes de deixar Garanhuns rumo a São Paulo. "Ele mudou por interesse político", cravou o conselheiro, que disse, contudo, que colocaria a mão no fogo por Andrés Sanchez, presidente do Corinthians. Para muitos, Andrés é o "Eurico do Corinthians". E o ex-presidente do Vasco, conhecido por fazer de tudo em nome do seu clube, corroborou a comparação, ao elogiar Andrés por "fazer tudo o que faz em nome do Corinthians"..

As declarações incendiárias de Eurico Miranda só aumentam o clima de tensão que as próximas rodadas devem atribuir à polarização Corinthians x Vasco. Esses são os dois grandes candidatos ao titulo, mas, no capítulo desta quarta-feira, o protagonista é o Palmeiras. De novo. 

No ano passado, a partida do Palmeiras contra o Fluminense, então adversário do Corinthians na disputa pelo título, começou com um gol alviverde logo nos primeiros minutos do primeiro tempo. A torcida então vaiava o time e pegava no pé especialmente de Dinei, autor do gol, e do goleiro Deola, que defendeu diversas vezes a tentativa tricolor de igualar o placar. No fim do jogo, a vitória foi carioca.

Em 2011, contudo, a história é um pouco diferente. Acumulando uma série de nove jogos sem vitória, o time paulista já se aproxima da zona de rebaixamento. A brusca queda preocupa a diretoria palmeirense, que nem cogita perder a partida de propósito. Assim também pensa parte da torcida, como o tuiteiro @senhorfelix: “Se o Palmeiras estivesse garantido na séria A do ano que vem, ele até poderia entregar o jogo”.

Os vascaínos, por sua vez, também se dividem nos pedidos. Disputando duas competições simultaneamente – o time está na semifinal da Copa Sul-Americana - muitos pedem que o Palmeiras entregue a partida e poupe os jogadores alvinegros. A hashtag #entregapalmeiras aparece como uma das mais comentadas no Twitter, mas também está sendo usado por aqueles que rejeitam a ideia. “Parece que só eu sou contrário ao #entregapalmeiras, acho ridiculo isso, ganhamos deles entregando ou não. Não precisamos mendigar isso”, declarou em seu perfil @cleytonjrvasco.

Já @_annderson brinca com a qualidade do adversário: “#EntregaPalmeiras? E o Palmeiras precisa entregar pra perder para o Vasco? Pela ruindade (sic) já irá perder naturalmente!”

Entregando ou não, a pressão vinda das arquibancadas não deve ser tão grande como na partida contra o Fluminense. A bola começa a rolar às 21h50, no Pacaembu, e a torcida palmeirense não é esperada em grande número.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email