Rogério Correia: Globo e grande mídia ignoram mensagem final do Vaticano

"A chamada mídia corporativa, formada pelos jornalões conservadores e as grandes redes de TV e de rádio, usa e vai usar o fenômeno das fake news para censurar o pensamento divergente. Para isso, contam com as grandes empresas privadas, que patrocinam seminários e simpósios de fachada 'acadêmica' e sustentam financeiramente empresas de 'checagem de notícias'", denuncia o deputado estadual Rogério Correia (PT-MG), sobre o episódio do terço enviado pelo papa a Lula

Rog�rio Correia (deputado estadual PT/MG)
Rog�rio Correia (deputado estadual PT/MG) (Foto: Gisele Federicce)

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG), comentou o episódio do terço enviado pelo papa a Lula em suas redes sociais e destacou que a Globo e a grande mídia ignoraram a mensagem final do Vaticano, em que se retrata sobre o caso do assessor Juan Grabois que tentou visitar Lula na prisão.

"A chamada mídia corporativa, formada pelos jornalões conservadores e as grandes redes de TV e de rádio, usa e vai usar o fenômeno das fake news para censurar o pensamento divergente. Para isso, contam com as grandes empresas privadas, que patrocinam seminários e simpósios de fachada 'acadêmica' e sustentam financeiramente empresas de 'checagem de notícias'", denuncia o parlamentar. Confira:

Globo e grande mídia ignoram mensagem final do Vaticano

Neste vídeo de 4min25'', o jornalista Leonardo Attuch, da TV247, resume a "polêmica" criada pelo noticiário da visita do consultor do papa Francisco, Juan Grabois, a Lula. Ela é um exemplo muito bem acabado da guerra de narrativas que engendrou o golpe no Brasil em 2016.

A visita a Lula e o rosário abençoado pelo papa foram inicialmente ignorados pela grande mídia.

Depois, parte do Vaticano tentou negar a informação, o que naturalmente fez despertar o interesse por parte dos jornalões e seus portais. Ao longo de toda a terça 12/6, veículos tradicionais da mídia progressista, como o Brasil247, o DCM e a Fórum, foram acusados de divulgar fake news. Até que, no fim da tarde da mesma terça, o Vaticano apagou sua nota anterior e escreveu outra, revelando a verdade e reconhecendo o papel de Grabois como consultor do papa. Até o momento, nenhum dos veículos tradicionais corrigiu a informação publicada inicialmente.

Este tema é muito importante: a chamada mídia corporativa, formada pelos jornalões conservadores e as grandes redes de TV e de rádio, usa e vai usar o fenômeno das fake news para censurar o pensamento divergente. Para isso, contam com as grandes empresas privadas, que patrocinam seminários e simpósios de fachada "acadêmica" e sustentam financeiramente empresas de "checagem de notícias".

Muita atenção com este assunto. Estaremos sempre na luta também sobre isso.

* Obs.: este vídeo é a edição de um trecho do Bom Dia 247 de hoje (13/6). Vale a pena ver o programa todo, com explicações mais detalhadas. O link é este: https://www.youtube.com/watch?v=1bY2bFJcfew . Prestigie a mídia intependente, assine aqui o canal da TV247 no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCRuy5PigeeBuecKnwqhM4yg

Mandato Sempre na Luta
Rogério Correia, deputado do PT

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247