Rogério Correia: Pimentel não venderá patrimônio de Minas para atender Temer

Deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) afirmou que o governador Fernando Pimentel deixou claro que não aceitará submeter o estado às pré-condições propostas pelo governo de Michel Temer para obter ajuda do governo federal no ajuste das contas públicas; entre elas estão proibição de aumento de salários, suspensão de concursos públicos, aumento da contribuição previdenciária e a venda de um banco ou empresa estatal; "Ou seja, teríamos que entregar ao capital financeiro internacional a Cemig ou a Copasa. O governador também nos garantiu que não fará isso", afirmou

Rogério Correia (deputado estadual PT/MG)
Rogério Correia (deputado estadual PT/MG) (Foto: Aquiles Lins)

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) afirmou que o governador Fernando Pimentel deixou claro que não aceitará submeter o estado às pré-condições propostas pelo governo de Michel Temer para obter ajuda do governo federal no ajuste das contas públicas. 

"O governador nos garantiu que não vai aplicar aquilo que o Rio de Janeiro, o Espírito Santo estão aplicando, ou seja, uma política de ajuste fiscal tão grande, que prejudica o serviço público e os servidores", afirmou Correia. 

O deputado explicou que o projeto de lei que o governo federal está enviando ao Congresso enumera uma série de condições que afetam diretamente a vida das pessoas, como condição para suspender pagamentos da dívida dos estados. Entre elas estão: "impedimento de qualquer aumento do salário ou qualquer mudança na estrutura de carreira, suspensão da realização de concursos públicos, aumento da contribuição previdenciária dos servidores, de 11% para 14% e a venda de um banco ou empresa estatal de água ou energia". 

"Ou seja, teríamos que entregar ao capital financeiro internacional a Cemig ou a Copasa. O governador também nos garantiu que não fará isso", afirmou. Correia lembra que durante o governo Itamar Franco, houve a aprovação de uma Emenda à Constituição Estadual que proíbe a privatização de qualquer empresa pública, a não ser que seja autorizada pela população por meio de um referendo. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247