Ronaldinho Gaúcho é transferido para prisão domiciliar no Paraguai

Em audiência nesta terça-feira, o juiz Gustavo Amarilla autorizou que Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis cumpram prisão domiciliar em um hotel em Assunção

Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis
Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis (Foto: Jorge Adorno/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em audiência realizada na tarde desta terça-feira (7), Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto Assis, foram liberados para cumprir prisão domiciliar. 

O juiz Gustavo Amarilla autorizou que o jogador e o irmão cumpram a prisão em um hotel em Assunção, no Paraguai. Eles pagaram fiança no valor de R$ 8,35 milhões.

Desde o dia 6 de março, a dupla estava presa no Grupamento Especalizado acusados de envolvimento em esquema de produção e tráfico ilegal de documentos falsos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email